POLOS UAB DE JAICÓS-PI E SIMÕES-PI: UM ESTUDO SOBRE O NÍVEL DE SATISFAÇÃO DOS ALUNOS EM RELAÇÃO À EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

Autores

  • Raimundo Isídio de Sousa Universidade Estadual do Piauí
  • Maria do Socorro Bento Reis Carvalho Polo UAB de Simões-PI
  • Rosenilda Teixeira Leal Teixeira Leal Polo UAB de Jaicós-PI

DOI:

https://doi.org/10.53628/emrede.v4.2.213

Palavras-chave:

educação a distância, alunos, satisfação, aprendizagem

Resumo

É comum iniciar um curso a distância com preocupações em relação à modalidade, à aprendizagem, ao domínio da tecnologia, ao acesso à internet, entre outras. Nesse sentido, este estudo investiga o nível de satisfação de alunos dos polos UAB de Jaicós-PI e Simões-PI. Para tanto, realizou-se uma pesquisa bibliográfica fundamentada em Neves (2003), Pallof e Pratt (2004); Carvalho (2010); Tortoreli (2011); além de Alves e Facundes (2013), e uma pesquisa de campo, utilizando o questionário como instrumento de coleta do corpus. Foram 20 alunos participantes, sendo 10 de cada polo. Na análise observou-se que os alunos consideram a modalidade a distância muito satisfatória, tendo superado suas expectativas; entretanto, informaram que na modalidade presencial se aprende mais, mas que, mesmo assim, escolheriam outro curso a distância para se formar.

Biografia do Autor

Raimundo Isídio de Sousa, Universidade Estadual do Piauí

Professor Assistente lotado na Coordenação de Letras do campus Clovis Moura da Universidade Estadual do Piauí, realiza pesquisa na Área: Análise de Discurso, principalmente os temas Educação a Distância, Heterogeneidade Discursiva, Interdiscurso e Leitura.

Maria do Socorro Bento Reis Carvalho, Polo UAB de Simões-PI

Especialista em Língua Portuguesa, Coordenadora do Polo UAB de Simões-PI

Rosenilda Teixeira Leal Teixeira Leal, Polo UAB de Jaicós-PI

Especialista em Gestão Educacional, Coordenadora de polo UAB de Jaicós-PI

Referências

ALVES, Shirlei Marly; FACUNDES, Leonildes Pessoa. Introdução à educação a distância. Teresina: FUESPI, 2013.

BRASIL. Ministério da Educação. Decreto n° 9.057, de 25 de maio de 2017. Regulamenta o art. 80 da Lei n° 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional. D.O.U nº 100, de 16 de maio de 2017. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view= download&alias=65251-decreto9057-pdf&category_slug=maio-2017pdf&Itemid= 30192>. Acesso em 11 de jun. 2017.

_______. Ministério de Educação e Cultura. LDB - Lei nº 9394/96, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da Educação Nacional. Brasília: MEC, 1996.

CARVALHO, I. A. Potencialidades e limites de uma disciplina do curso de educação musical a distância– UESCAS, 2010. Dissertação em educação: programa de pós-graduação ao em educação. Universidade Federal de São Carlos. São Paulo, 2010.

CHERMANN, Maurício; BONINI, Luci Mendes. Educação a distância: novas tecnologias em ambientes de aprendizagem pela Internet. Mogi das Cruzes: Universidade Braz Cubas, 2000.

INEP. INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA. Censo da Educação Superior 2010: divulgação dos principais resultados do Censo da Educação Superior 2010. Brasília: INEP, 2011. Disponível em: <http://download.inep.gov.br/educacao_superior/censo_superior/documentos/2010/divulgacao_censo_2010.pdf>. Acesso em: 10 maio 2017.

____. Censo da Educação Superior 2015. Brasília: INEP, 2016. Disponível em <http://portal.inep.gov.br/basica-censoescolar-sinopse-sinopse>. Acesso em 17 ago. 2017.

NEVES, Carmem Moreira de. Referenciais de qualidade para cursos a distância. Brasília, 2 abr. 2003.

PALLOFF, R. M. I.; PRATT, K. O aluno virtual. 1. ed. São Paulo: Artmed, 2004.

TORTOTELI, Adélia Cristina. A interação do professor e aluno no ambiente virtual de aprendizagem. Universidade Estadual de Maringá. Dissertação de mestrado. Maringá 2011.

Publicado

2017-10-14

Como Citar

de Sousa, R. I., Carvalho, M. do S. B. R., & Leal, R. T. L. T. (2017). POLOS UAB DE JAICÓS-PI E SIMÕES-PI: UM ESTUDO SOBRE O NÍVEL DE SATISFAÇÃO DOS ALUNOS EM RELAÇÃO À EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA. EmRede - Revista De Educação a Distância, 4(2), 383-394. https://doi.org/10.53628/emrede.v4.2.213