DOCÊNCIA COMPARTILHADA EM EAD: REFLEXÕES SOBRE A FORMAÇÃO DOCENTE

Autores

DOI:

https://doi.org/10.53628/emrede.v2.1.26

Palavras-chave:

licenciatura em física a distância, Foucault, química

Resumo

As relações de poder que permeiam a prática docente. As relações de poder propostas por Foucault podem ser pensadas para o entendimento de diversas relações envolvidas na EaD. Neste sentido, o artigo apresenta a experiência vivenciada por uma equipe de dois professores e dois tutores das disciplinas: Química Básica e Tópicos de Química, ofertadas ao curso de Licenciatura em Física, modalidade a distância, da Universidade Federal de Santa Catarina. A equipe de Química buscou minimizar os conflitos adaptativos fornecendo elementos essenciais para o processo de aprendizagem, sistematização e gerenciamento dos conteúdos específicos pensando nas relações de poder propostas por Foucault e privilegiando o interacionismo nas aprendizagens múltiplas. Faz-se necessário um trabalho conjunto entre professores e tutores para que seja possível mediar as atividades propostas no ambiente virtual com vistas à minimização do estranhamento dos alunos e maximização das possibilidades de aprendizado.

Biografia do Autor

Aldo Sena de Oliveira, Universidade Federal de Santa Catarina

Doutor em Química pela UFSC (2014) com doutorado sandwich pela University of Copenhagen (Denmark), mestre em Química pela Universidade Federal do Espírito Santo (2010) e possui graduação em Química pela Universidade Federal de Lavras (2007) . Tem experiência na área de Química, com ênfase em Síntese Orgânica. Desenvolve pesquisa com busca de novas moléculas ativas em espécies vegetais usadas na medicina popular e aplicação de bioensaios de bancada (atividade antioxidante, atividade alelopática, toxicidade frente a Artemia salina e inibição da acetilcolinesterase) a extratos, moléculas de origem vegetal e compostos sintéticos. Além disto, atualmente tem desenvolvido pesquisas na área de educação, em especial educação a distância e Ensino de Química. Atualmente é Professor Adjunto A, nível I, na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) - Campus Blumenau e participa do grupo de pesquisa Núcleo de Química Orgânica e Catálise (NUQUIOCAT - http://nuquiocat.quimica.blumenau.ufsc.br/) e do grupo Química de Produtos Naturais.

Natália Bruzamarello Caon Branco, Universidade Federal de Santa Catarina

Bacharel e Licenciada em Química pela Universidade Federal de Santa Catarina. Realizou atividades de Iniciação Científica (PIBIC/UFSC), de Monitoria (Física I e Química Analítica) e de Tutoria (Química Básica e Tópicos de Química para o curso de Licenciatura em Física/EaD/UFSC). Mestre em Engenharia Química pela Universidade Federal de Santa Catarina. Funcionária do Departamento de Química da UFSC. Cargo: Química. Local: Laboratório de Química Básica.

Marcos Aires de Brito, Universidade Federal de Santa Catarina

Possui graduação em Química pela Universidade Federal do Ceará (1975), mestrado em Química (Físico-química) pela Universidade Federal de Santa Catarina (1981) e doutorado em Química (Inorgânica/Bioinorgânica) - UFSC (1994). Atualmente é professor Associado IV da Universidade Federal de Santa Catarina. É pesquisador na área de Ensino de Química (presencial e à distância).

Tereza Cristina Rozone de Souza, Universidade Federal de Santa Catarina

Possui graduação em Química pela Universidade Federal de Santa Catarina, graduação em Pedagogia pela Universidade do Estado de Santa Catarina, mestrado em Química pela Universidade Federal de Santa Catarina e doutorado em Química pela Universidade Federal de Santa Catarina . Atualmente é professor associado III da Universidade Federal de Santa Catarina. Tem experiência na área de Química, com ênfase em Química Bio-Inorgânica. Atualmente trabalha nos seguintes temas:biopolímeros, microencapsulação, corantes naturais e ensino de química.

Referências

BAKHTIN, M. Marxismo e Filosofia da Linguagem. São Paulo: Hucitec, 1986.

CASTRO, M. F. A.; ALVES, L. A. The implementation and use of computers in education in Brazil: Niterói city/Rio de Janeiro. Computers & Education, v. 49, n. 4, p. 1378-1386, 2007.

CERTEAU, M. A invenção do cotidiano: artes de fazer. Petrópolis: Vozes, 1994.

CHEN, H. M.; YU, C.; CHANG, C. S. E-Homebook System: A web-based interactive education interface. Computers & Education, v. 49, n. 2, p. 160-175, 2007.

CURTO, L. M. Escrever e ler: Como as crianças aprendem e como o professor pode ensiná-las a escrever e a ler. Porto Alegre: Artmed, 2000.

FERNÁNDEZ, S. La Educación Adaptativa como Respuesta a la Diversidad. Signos. Teoría y práctica de la educación, v. 8/9 Enero/Junio, p. 128-139, 1993. Disponível em: <http://goo.gl/M7A1l>. Acesso em: 11 out. 2012.

FERREIRA, A. B. H. Dicionário Aurélio Básico da Língua Portuguesa. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1988.

FOUCAULT, M. Microfísica do poder. Rio de Janeiro: Edições Graal, 1979.

FOUCAULT, M. Os anormais. São Paulo: Martins Fontes, 2002.

HARVEY, D. Condição Pós-Moderna. São Paulo: Loyola, 1989.

LEONTIEV, A. O desenvolvimento do psiquismo. Lisboa: Horizonte Universitário, 1978.

LÉVY, P. As tecnologias da inteligência: o futuro do pensamento na era da informática. Rio de Janeiro: Editora 34, 1993.

SIMPSON, O. O Futuro da Educação a Distância: Que fatores afetarão como a educação a distância se desenvolverá no futuro? Revista Brasileira de Ensino de Aprendizagem Aberta e a Distância, v. 12, p.149-162, 2013.

PRAGNELL, M. V.; ROSELLI, T.; ROSSANO, V. Can a hypermedia cooperative e-learning environment stimu¬late constructive collaboration? Educational Technology & Society, v. 9, n. 2, p. 119-132, 2006.

ROMANI, L. A. S.; ROCHA, H. V. A complexa tarefa de educar a distância: uma reflexão sobre o processo educacional baseado na web. Revista Brasileira de Informática na Educação, n. 8, p. 71-81, 2001.

SFORNI, M. S. F. Aprendizagem conceitual e organização do ensino: Contribuições da teoria da Atividade. Araraquara: JM, 2004.

SILVA, M. Educação online. São Paulo: Loyola, 2006.

VYGOTSKY, L. S. A construção do pensamento e da linguagem. São Paulo: Martins Fontes, 1993.

WALLACE, R. M. The Internet as a site for changing practice: The case of Ms. Owens. Research in Science Education, v. 32, n. 4, p. 465-487, 2002.

Publicado

2015-10-09

Como Citar

Oliveira, A. S. de, Branco, N. B. C., Brito, M. A. de, & Souza, T. C. R. de. (2015). DOCÊNCIA COMPARTILHADA EM EAD: REFLEXÕES SOBRE A FORMAÇÃO DOCENTE. EmRede - Revista De Educação a Distância, 2(1), 89-99. https://doi.org/10.53628/emrede.v2.1.26