DIPLOMAÇÃO NA EDUCAÇÃO SUPERIOR A DISTÂNCIA

Autores

  • Carlos Bielschowsky FUNDAÇÃO CEDERJ
  • Masako Oya Masuda FUNDAÇÃO CEDERJ

Palavras-chave:

educação a distância, evasão, percentual de diplomação, curso superior, CEDERJ.

Resumo

São poucos os trabalhos versando sobre percentuais de diplomação em cursos EaD com grande número de alunos/cursos/anos. O presente trabalho analisa o percentual de diplomação nos cursos EaD/CEDERJ envolvendo 109.112 alunos ao longo de 16 anos. Propõe metodologias para estimar os percentuais de diplomação e aponta aspectos específicos para EaD importantes de serem considerados em uma análise deste tipo e conclui: globalmente, o percentual de diplomação do CEDERJ equivale a 70-75% do percentual de diplomação dos cursos presenciais, em consonância com a tendência relatada na literatura. Apesar desta diferença destaca-se a importância da oferta da EaD CEDERJ, pela qualidade do profissional formado e por atender um público que estaria fora do sistema universitário na ausência desta modalidade.

Referências

ANDIFES/MEC. Diplomação, retenção e evasão nos cursos de graduação em instituições de ensino superior públicas. Comissão Especial sobre a Evasão nas Universidades Públicas Brasileiras. SESu/MEC, ANDIFES, ABRUEM, 1996. Disponível em: <http://www.andifes.org.br/wp-content/files_flutter/ Diplomacao_Retencao_Evasao_Graduacao_em_IES_Publicas-1996.pdf>. Acesso em: 14 fev. 2017.

ARETIO, L. G La educación a distancia: de la teoría a la práctica. Barcelona: Ariel,

ATCHLEY, W.; WINGENBACH, G.; AKERS, C. Comparison of course completion and student performance through online and traditional courses. The International Review of Research in Open and Distance Learning, v.14, n.4, 2013.

BAREFOOT, B. O. Higher education's revolving door: confronting the problem of student drop out in US colleges and universities. Open Learning: The Journal of Open, Distance and e-Learning, v. 19, n.1, p. 9-18, 2004. Disponível em: <http://dx.doi.org/10.1080/0268051042000177818>. Acesso em: 10 dez. 2017.

BENTES, M. C. B.; KATO, O. M. Fatores que afetam a evasão na educação a distância: curso de Administração. Psicologia da Educação, São Paulo, v. 39, p. 31-45, 2sem. 2014.

BIELSCHOWSKY, C. E. Educação superior a distância: uma estratégia para avaliação institucional. In: BRASIL. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Desafios da educação a distância na formação de professores. Brasília: MEC/SEED, 2006. p. 51-65.

BIELSCHOWSKY, C. E. , Consórcio Cederj: A História da Construção do Projeto. Revista EaD em Foco, v.7, n.2, 2017. Disponível em: <http://eademfoco.cecierj.edu.br/ index.php/Revista/issue/view/17/showToc>. Acesso em: 10 dez. 2017.

BITTENCOURT, I. M.; MERCADO, L. P. M. Evasão nos cursos na modalidade Educação a Distância: estudo de caso do curso piloto de Administração UFAL/UAB. Ensaio: Aval. Pol. Públ. Educ., Rio de Janeiro, v. 22, n. 83, p. 465-504, abr./jun. 2014. Disponível em: <http://dx.doi.org/10.1590/S0104-40362014000200009>. Acesso em: 10 dez. 2017.

CASSIANO, K. M.; LACERDA, F. K. D.; BIELSCHOWSKY, C. E.; MASUDA, M. O. Distribuição espacial dos polos regionais do Cederj: uma análise estatística. Ensaio: Aval. Pol. Públ. Educ., Rio de Janeiro, v. 24, n. 90, p. 82-108, jan./mar. 2016. Disponível em: . Acesso em: 10 dez. 2017.

FOZDAR, B. I., KUMAR, L. S.; KANNAN, S. A. Survey of study on the reasons responsible for student dropout from the bachelor of Science Programme at Indira Gandhi National Open University, India. The International Review of Research in Open and distance Learning, v. 7, n. 3, 2006. Disponível em: <http://www.irrodl.org/index.php/irrodl/article/view/183/265>. Acesso em: 10 dez. 2017.

GRAU-VALIDOSERA, J.; MINGUILLÓN, J. Rethinking dropout in online higher education: the case of the Universitat Oberta de Catalunya. The International Review of Research in Open and distance Learning (Irrodl), v. 15, n. 2014. Disponível em: <http://www.irrodl.org.index.php/irrodl/artocle/view/1628/2718>. Acesso em: 10 dez. 2017.

INEP. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, Microdados do Censo de Educação Superior – 2005-2016. Disponível em: <http://portal.inep.gov.br/web/guest/microdados>. Acesso em: 10 dez. 2017.

INEP 2017, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, Indicadores de Fluxo do Ensino Superior. Disponível em: <http://portal.inep.gov.br/ artigo/-/asset_publisher/B4AQV9zFY7Bv/content/inep-disponibiliza-indicadores-de-fluxo-da-educacao-superior/21206>. Acesso em: 10 dez. 2017.

KEMBER, D. A longitudinal-process model of dropout from distance education. Journal of higher education, v. 60, n.3, p. 278-301, 1989.

LEVY, Y. Comparing dropouts and persistence in e-learning courses. Computers & Education, v. 48, p. 185-204, 2007.

PATTERSON, B.; McFADDEN, C. Attrition in Online and Campus Degree Programs. Online Journal of Distance Learning Administration, v. XII, nº II, summer 2009.

PERRATON, H. D. Open and distance learning in the developing world. 2 ed. Londres: Routledge, 2007.

PHILLIPS, A. S. Retention: course completion rates in online distance learning. Dissertation prepared for the Degree of Doctor of Philosophy. University of North Texas. dez. 2015. Disponível em: <https://digital.library.unt.edu/ark:/67531/ metadc822741/m2/1/high_res_d/dissertation.pdf>. Acesso em 10 out. 2017.

SOUSA, A. S. Q.; MACIEL, C. E. Expansão da educação superior: permanência e evasão em cursos da Universidade Aberta do Brasil. Educação em Revista, Belo Horizonte, v. 32, n.4, p. 175-204, 2016. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/edur/v32n4/ 1982-6621-edur-32-04-00175.pdf>. Acesso em: 10 out.2017.

STOESSEL, K.; IHME,T. A.; BARBARINO, M.; FISSELER, B.; STÜRMER, S. Sociodemographic diversity and distance education: who drops out from academic programs and why?. Res. High Educ., v. 56, p. 228-246, 2015.

STREET, H. Factors influencing a learner’s decision to drop-out or persist in higher education distance learning. Online Journal of Distance Learning Administration, University of West Georgia, Distance Education Center, v. XIII, n. IV, winter 2010. Acesso em: 26 nov. 2017.

TRESMAN, S. Towards a strategy for improved student retention in programmes of open, distance education: a case study from the Open University UK. The International Review of Research in Open and Distributed Learning, v. 3, n. 1, 2002. Disponível em: <http://www.irrodl.org/index.php/irrodl/article/view/75/145>. Acesso em: 10 out.2017.

TYLER-SMITH, K. Early attrition among first time eLearners: a review of factors that contribute to drop-out, withdrawal and non-completion rates of adult learners undertaking eLearning programmes. Journal of Online Learning and Teaching, v. 2, n.2, p. 73-85, 2006.

WILLGING, P. A.; JOHNSON, S. D. Factors that influence students’ decision to dropout of online courses. Journal of Asynchronous Learning Network , v. 13, n.4, 2004. Disponível em: < http://files.eric.ed.gov/fulltext/EJ862360.pdf>. Acesso em: 10 dez. 2017.

WOODLEY, A. Conceptualizing student dropout in part‐time distance education: pathologizing the normal? Open Learning: The Journal of Open, Distance and e-Learning, v. 19:1, p. 47-63, 2004. Disponível em: <http://dx.doi.org/10.1080/ 0268051042000177845>. Acesso em: 30 nov. 2017.

XENOS,M. Prediction and assessment of student behaviour in open and distance education in computers using Bayesian networks. Computers & Education, v. 43, n.4, p. 345-359, 2004.

Publicado

2018-03-16

Como Citar

Bielschowsky, C., & Masuda, M. O. (2018). DIPLOMAÇÃO NA EDUCAÇÃO SUPERIOR A DISTÂNCIA. EmRede - Revista De Educação a Distância, 5(1), 16-44. Recuperado de https://www.aunirede.org.br/revista/index.php/emrede/article/view/304