EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA PARA SISTEMAS PRISIONAIS: UM ESTUDO SOBRE A IMPLEMENTAÇÃO DA EaD NA ESCOLA DA PRISÃO

Autores

DOI:

https://doi.org/10.53628/emrede.v5.3.385

Palavras-chave:

Educação Libertadora e Significativa. Educação a Distância, Educação em Rede, Educação Prisional, Sistema Prisional.

Resumo

Esta pesquisa teve como proposta para seu desenvolvimento a problematização da infraestrutura das escolas prisionais para a implementação da Educação a Distância  em seus espaços e, como produto desse estudo, apresentou um Manual sobre Viabilidades Técnicas de Infraestrutura necessárias para implementação da EaD nas Escolas do Sistema Prisional. O aporte teórico e técnico foi desenvolvido em torno das possibilidades, lacunas e os limites da EaD dentro do Sistema Prisional - no que tange as (re)configurações e (re)adaptações dos espaços das escolas prisionais, atendendo a realidade de infraestrutura que essa escola verdadeiramente dispõe, a sua “infraestrutura possível”.

Biografia do Autor

Marcelo de Mesquita Ferreira, Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG

Professor Pesquisador, Mestrado no Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Educação e Docência/MP da Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG, na Faculdade de Educação - FaE, na Linha de Pesquisa: Educação Tecnológica e Sociedade; Especialização Lato Sensu em Psicopedagogia pela AVM Faculdades Integradas - Unileya Editora e Cursos; Especialização em Planejamento, Implementação e Gestão da Educação a Distância – PIGEAD, pela Universidade Federal Fluminense – UFF, no Laboratórios de novas tecnologias de Ensino – LANTE (Pós-graduando); Pedagogo Licenciado pela Universidade do Estado de Minas Gerais – UEMG, na Faculdade de Educação – FaE/CBH/UEMG; Gestor Bacharelado em Gestão de Recursos Humanos pela Universidade Estácio de Sá – UNESA; Técnico em Contabilidade – Ensino Médio Tecnológico na Escola Estadual Cândido Portinari em BH/MG, Formação complementar em Filosofia (Fundação Getúlio Vargas-FGV), Fundamento das Ciências Sociais (UNESA); Cinema-Teatro-Educação: Perspectivas Filosóficas, Históricas e Pedagógicas (UEMG-FaE); Alfabetização de jovens, adultos e idosos na perspectiva da Educação Popular (UFMG-FaE); Juventude e Relações Raciais (UFMG-FaE); Metodologia da Pesquisa Científica II (UFMG-Faculdade de Medicina); Sociologia da Educação (UEMG-FaE); Didática do Ensino Superior (UFMG-FaE); Percursos Formativos em Docência do Ensino Superior (UFMG-PROGRAD); Musicalização [Canto-terapia] (SESC); Formação de Tutores [Pós Graduação] (UEMG-FaPP); Formação de Tutores [Graduação] (UEMG-FaE); Formação de tutores (UNESA) e Tutoria EAD: Presencial e On Line (UNESA). Pesquisador na Universidade Federal de Minas Gerais, Faculdade de Educação - FaE, no Grupo de Estudo sobre Educação Popular e suas implicações para Pesquisas em Educação de Jovens e Adultos - GEEPEJA - Linha de Pesquisa/Ementa: Estudos sobre fundamentos e perspectiva de pesquisa em Educação Popular e Educação de Jovens e Adultos. Professor Visitante - Pesquisador da Universidade Estácio de Sá, Brasil – no Centro Universitário Estácio de Belo Horizonte/MG, Faculdade Estácio de Sá, com o desenvolvimento de pesquisa em Educação, Direito e Cidadania - Linhas de Pesquisa: Direitos Fundamentais e Novos Direitos & Sustentabilidade e Direito - A integração necessária para implementação da cidadania; Assistente Acadêmico no Núcleo de Práticas Jurídicas - NPJ, do curso de Direito desde o semestre 2012/2, atuando na Secretaria, controle e lançamentos do Estágio Supervisionado dos alunos do curso de Direito no Campus Floresta. Coordenador Editorial, Editor (Editoração Eletrônica), Diagramador (Diagramação eletrônica); Blogueiro: criador de Blogs Educacionais (manutenção, produção, fomentação e atualização - www.MarceloMesquitaPedagogo.blogspot.com em 2011 e www.PedaFiloTropoS.blogspot.com em 2012); construindo uma sólida carreira acadêmica após ampla experiência profissional na área Contábil e Administrativa; com investimentos diretos e indiretos a minha Construção e Formação Acadêmica e Humana.

Analise de Jesus da Silva, UFMG

Pedagoga e Historiadora. Mestre e Doutora em Educação pela UFMG. Pós-Doutorado na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Trabalhou com Educação Básica em redes públicas e particular por 29 anos. Diretora de Escola eleita. Presidente Eleita do Conselho Municipal de Educação de Belo Horizonte. Foi Representante dos Fóruns de EJA do Brasil na Comissão Nacional de Alfabetização e Educação de Jovens e Adultos (CNAEJA) do MEC/SECADI no biênio 2012/2013. Atualmente é: Coordenadora da Linha de Pesquisa em Educação de Jovens e Adultos no Programa de Pós-Graduação MESTRADO PROFISSIONAL - EDUCAÇÃO E DOCÊNCIA - PROMESTRE da FAE/UFMG; Professora Associada do Departamento de Métodos e Técnicas de Ensino (DMTE) da FAE-UFMG; Coordenadora do Núcleo de Educação de Jovens e Adultos - NEJA/FAE/UFMG; Membro Titular do Fórum Nacional de Educação (FNE) como Representante dos Fóruns de EJA do Brasil de 2014 a 2017; Membro Titular do Fórum Nacional Popular de Educação (FNPE) como Representante dos Fóruns de EJA do Brasil de 2017 a 2019 e Pesquisadora cadastrada no CNPq. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Educação de Jovens e Adultos, atuando neste campo, nas temáticas de Didática, Juventude, Política Pública, Educação Anti-Racismo, Formação Docente, Diferentes Diferenças e EJA como Ação Afirmativa.

Referências

AMORIM-SILVA, K. O. Educar em prisões: um estudo na perspectiva das representações sociais. Belo Horizonte, 2016, p. 193. Dissertação (Mestrado EM Conhecimento e Inclusão Social) - Faculdade de Educação, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2016.

ARROYO, M. Os jovens, seu direito a se saber e o currículo. In: DAYRELL, J.; CARRANO, P.; & MAIA, C. L. (Org.). Juventude e Ensino Médio: Sujeitos e Currículos em Diálogo. Editora UFMG. Belo Horizonte, 2014.

ABNT - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 10520: informação e documentação: apresentação de citações em documentos. Rio de Janeiro, 2002.

______. NBR 6028: informação e documentação: resumo: apresentação. Rio de Janeiro, 2003.

______. NBR 14724: informação e documentação: trabalhos acadêmicos: apresentação. Rio de Janeiro, 2011.

BRASIL. Lei 7.210/84 – Lei de Execução Penal. 1984. Disponível em: . Acesso em: 15 jan. 2018.

CASTELLS, M. A Sociedade em Rede. v.1. Paz e Terra. São Paulo, 1999.

FERREIRA, M. M. et al. Educação do Sujeito Preso: perspectivas e reflexões a partir da Lei 12.433/11. Belo Horizonte, 2013, p. 74. Trabalho de conclusão (Licenciatura em Pedagogia) – Faculdade de Educação, Universidade do Estado de Minas, Belo Horizonte, 2013.

______. Educação a distância para sistemas prisionais: um estudo sobre viabilidades técnicas de infraestrutura necessária para implementação da educação em rede nas escolas do sistema prisional. 2016. 121 f. Dissertação - (Mestrado) - Faculdade de Educação, Universidade Federal de Minas Gerais. Belo Horizonte, 2016. Disponível em: <http://www.bibliotecadigital.ufmg.br/dspace/handle/1843/BUOS-AREJJ4>. Acesso em: 21 set. 2018.

______ et al. (Orgs.). Estudo sobre tipos e gêneros de textos: no contexto da grande Belo Horizonte. Material didático para o ensino da leitura e escrita. Carolina do Norte: Lulu Publish, 2013.

FREIRE, P. Pedagogia do oprimido. Paz e Terra. Rio de Janeiro, 1987.

______. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. Paz e Terra. São Paulo, 1999.

FOUCAULT, M. Vigiar e punir: história da violência nas prisões. Vozes. Petrópolis, 1997.

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA. DEPEN - Departamento Penitenciário Nacional. INFOPEN/2014 - Levantamento Nacional de Informações Penitenciárias - Jun/2014. Disponível em: . Acesso em: 15 mar. 2018.

______. DEPEN - Departamento Penitenciário Nacional. INFOPEN/2016 - Levantamento Nacional de Informações Penitenciárias - Jun/2016. Santos, T. (Org.). 65 p. Brasília, 2017. Disponível em: <http://depen.gov.br>. Acesso em: 20 jul. 2018.

MORAN, J. M. Ensino e aprendizagem com novas tecnologias. Informática na Educação: Teoria & Prática, v. 3, n. 1. Porto Alegre, 2002. Disponível em: <http://seer.ufrgs.br/index.php/InfEducTeoriaPratica/article/view/6474/3862>. Acesso em: 20 jul. 2018.

______. Novas tecnologias e mediação pedagógica. Papirus. São Paulo, 2009.

NUNES, I. B. Noções de educação à distância. Revista educação à distância. v. 3, 4 e 5. Brasília: INED. Disponível em: <http://www.educadores.diaadia.pr.gov.br/arquivos/ File/2010/artigos_teses/EAD/NOCOESEAD.PDF>. Acesso em: 12 fev. 2018.

Publicado

2018-11-05

Como Citar

Ferreira, M. de M., & Silva, A. de J. da. (2018). EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA PARA SISTEMAS PRISIONAIS: UM ESTUDO SOBRE A IMPLEMENTAÇÃO DA EaD NA ESCOLA DA PRISÃO. EmRede - Revista De Educação a Distância, 5(3), 444-459. https://doi.org/10.53628/emrede.v5.3.385