EDUCAÇÃO REMOTA EMERGENCIAL: elementos para políticas públicas na educação brasileira em tempos de Covid-19

Autores

Palavras-chave:

Covid-19, Educação Remota, Políticas públicas em educação digital.

Resumo

O Covid-19 espalhou-se rapidamente pelo mundo em 2020 e gerou a inédita situação de 90% da população estudantil estar isolada em todo o mundo. Neste trabalho, procuramos evidenciar a excepcionalidade da situação que levou inúmeros países a desenvolver ações de educação remota emergencial e as implicações nos diferentes níveis educacionais. Analisamos o contexto brasileiro, no qual evidencia-se uma incipiência na apropriação de tecnologias digitais na educação pública. Identificamos as principais informações sobre acesso à internet no país, no sentido de discutir possíveis políticas educacionais com vistas ao fomento d a manutenção do convívio escolar, ainda que em patamares digitais, de maneira a fortalecer a escola como eixo central da sociedade brasileira.

Biografia do Autor

Eucidio Pimenta Arruda, Universidade Federal de Minas Gerais

Graduado em História pela Universidade Federal de Minas Gerais (1999), Mestre e Doutor em Educação pela UFMG (2002 e 2009). Trabalhou na Universidade Estadual de Minas Gerais entre 2002 e 2005, nas áreas de Educação, Tecnologia e Metodologia do Ensino de História. Trabalhou na Universidade Fumec entre 2002 e 2008, onde desenvolveu atividades como diretor de EaD, Coordenador do Projeto Veredas, Coordenador do setor de Especialização e desenvolveu diversos projetos de pesquisa e extensão. Trabalhou na Universidade Federal de Uberlândia (UFU) entre julho de 2008 e agosto de 2012, como professor permanente do Programa de Pós Grduação em Educação (PPGED/FACED/UFU), professor nos cursos de Pedagogia e Comunicação, coordenador do curso de Pedagogia a Distância FACED/UAB/UFU e como responsável pela área de Tecnologia do Centro de Educação a Distância da UFU. Membro da Associação Brasileira de Ensino de História (ABEH). Membro da Associação Nacional de História (ANPUH). Membro da Associação Universidade em Rede (UNIREDE).

Referências

AGENCIA BRASIL. Orçamento de 2020 prevê alta de R$ 24,2 bi em renúncias fiscais. Disponível em: https://agenciabrasil.ebc.com.br/economia/noticia/2019-11/orcamento-de-2020-preve-alta-de-r-242-bi-em-renuncias-fiscais. Acesso em: 07 maio 2020.

ANDIFES. Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior. V Pesquisa Nacional de Perfil Socioeconômico e Cultural dos (as) Graduandos (as) das IFES – 2018. Disponível em: http://www.andifes.org.br/v-pesquisa-nacional-de-perfil-socioeconomico-e-cultural-dos-as-graduandos-as-das-ifes-2018/. Acesso em: 11 maio 2020.

ARRUDA, Eucidio. Implementação das tecnologias digitais nos currículos das escolas de Educação Básica dos países membros da OCDE. In: SIQUEIRA, Ivan Claudio Pereira (org). Subsídios à elaboração da BNCC: estudos sobre temas estratégicos da parceria CNE e Unesco. São Paulo: Moderna, 2018. Disponível em: https://fundacaosantillana.org.br/wp-ccontent/uploads/2019/12/ 10_SubsidiosBNCC.pdf. Acesso em: 11 maio 2020.

BRASIL. Decreto nº 9057, de 25 de maio de 2017. Regulamenta o art. 80 da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2017/Decreto/D9057.htm. Acesso em: 25 abr. 2020.

BRISTOL University. Coronavirus (COVID-19): advice and information. Disponível em: https://www.bristol.ac.uk/students/coronavirus/. Acesso em: 11 maio2020.

CHENG, Vincent C.C. et al. Severe acute respiratory syndrome coronavirus as an agent of emerging and reemerging infection. Clinical microbiology reviews, v. 20, n. 4, p. 660-694, 2007.

COSTA, Renata Luiza da; LIBANEO, José Carlos. EDUCAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICA A DISTÂNCIA: a mediação docente e as possibilidades de formação. Educ. rev., Belo Horizonte, v. 34, n. e180600, 2018. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/0102-44698180600. Acesso em: 05 maio 2020.

Freie Universitat. Freie Universidade de Berlim.

INFORMATION REGARDING THE CORONAVIRUS (2019-NCOV). Disponível em: https://www.fu-berlin.de/en/sites/ coronavirus/index.html. Acesso em: 11 maio 2020.

HODGES, Charles et al. The difference between emergency remote teaching and online learning. EDUCAUSE Review. 27 mar. 2020. Disponível em: https://er.educause.edu/articles/2020/3/the-difference-between-emergency-remote-teaching-and-online-learning, 2020. Acesso em: 11 maio 2020.

JORNAL DA USP. USP oferece subsídios para que estudantes mantenham atividades a distância. 07 abr. 2020. Disponível em: https://jornal.usp.br/universidade/usp-oferece-subsidios-a-estudantes-sem-equipamentos-para-atividades-a-distancia/. Acesso em: 11 maio 2020.

LOPES, Rosemara Perpetua; FURKOTTER, Monica. Formação inicial de professores em tempos de TDIC: uma questão em aberto. Educ. rev., Belo Horizonte, v. 32, n. 4, p. 269-296, dez. 2016. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/0102-4698150675.

MAIA, Carmem, and João Mattar. ABC da EaD: a educação a distância hoje. Pearson Prentice Hall, 2008.

MICHIGAN State University. Keep Teaching: A Guide to Remote Teaching at MSU. Disponível em: https://remote.msu.edu/teaching/. Acesso em: 05 maio 2020.

NYC Department of Education, 2020. Coronavirus Update. Disponível em: https://www.schools.nyc.gov/school-life/health-and-wellness/coronavirus-update. Acesso em: 11 maio 2020.

QS World University Rankings. Disponível em: https://www.topuniversities.com/ university-rankings/world-university-rankings/2020. Acesso em: 02 de maio de 2020.

RADIO FRANÇA INTERNACIONA. Teleschool opens in France. Disponível em: http://www.rfi.fr/en/france/20200323-teleschool-opens-in-france-as-homework-takes-on-a-new-meaning-under-covid-19. Acesso em: 05 maio 2020.

UFMG. Universidade Federal de Minas Gerais. UFMG não vai adotar aulas a distância enquanto vigorarem medidas para contenção de pandemia. Disponível em: https://ufmg.br/comunicacao/noticias/aulas-prograd. Acesso em: 11 maio 2020.

UFRGS. Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Reitoria institui portarias que regulam atividades durante período de suspensão de aulas. Disponível em: http://www.ufrgs.br/ufrgs/noticias/reitoria-institui-portarias-que-regulam-atividades-durante-periodo-de-suspensao-de-aulas. Acesso em: 11 maio 2020.

UFRJ. Universidade Federal do Rio de Janeiro. Coronavírus: UFRJ suspende aulas por período indeterminado. Disponível em: https://ufrj.br/noticia/2020/03/23/coronavirus-ufrj-suspende-aulas-por-periodo-indeterminado. Acesso em: 11 maio 2020.

ULISBOA. Universidade de Lisboa. Página Covid-19: Informações. Disponível em: https://covid19.ulisboa.pt/. Acesso em: 11 maio 2020.

UNESCO, 2020. COVID-19: impact on Education. Disponível em: https://en.unesco.org/covid19/educationresponse. Acesso em: 11 maio 2020.

UNICAMP. Universidade Estadual de Campinas. Página especial Covid-19. Disponível em: https://www.unicamp.br/unicamp/coronavirus/notas-e-medidas. Acesso em: 11 maio 2020.

UNICAMP. Universidade Estadual de Campinas. Resolução mantém suspensas aulas presenciais da Pós-Graduação e torna opcional atividades não presenciais. Resolução GR nº. 37/2020, de 24/03/2020. Disponível em: https://www.unicamp.br/unicamp/noticias/2020/03/24/resolucao-mantem-suspensas-aulas-presenciais-da-pos-graduacao-e-torna-opcional. Acesso em: 11 maio 2020.

USP. Universidade de São Paulo. A USP e a Covid-19. Disponível em: https://jornal.usp.br/coronavirus/. Acesso em: 11 maio 2020.

XIAO, Chunchen and Yi Li. 2020. Analysis on the Influence of Epidemic on Education in China. In: DAS, Veena; KHAN, Naveeda (ed.). Covid-19 and Student Focused Concerns: Threats and Possibilities, American Ethnologist website. Disponível em: https://americanethnologist.org/features/collections/covid-19-and-student-focused-concerns-threats-and-possibilities/analysis-on-the-influence-of-epidemic-on-education-in-china. Acesso em: 01 maio 2020.

XINHUA NEWS AGENCY. China Focus: Schools start online courses as epidemic control postpones new semester. fev. 2020, Disponível em: http://www.xinhuanet.com/ english/2020-02/17/c_138792006_2.htm. Acesso em: 01 maio 2020.

Publicado

2020-05-15