O processo de implantação da EaD em uma instituição de ensino eclesiástico

Autores

Resumo

No presente trabalho, propomo-nos a relatar a experiência do Seminário de Educação Cristã (SEC) ao introduzir o ensino a distância para seus cursos de formação ministerial. Considerando o objetivo proposto, organizamos nosso trabalho de forma a apresentar os princípios que norteiam a Educação a Distância e um panorama histórico do surgimento, da missão e da visão em que se fundamentam as ações do SEC. A conclusão aponta para a importância de se viabilizar o surgimento de novos cursos nessa modalidade que atendam as demandas das instituições eclesiásticas.

Biografia do Autor

Valdecy Pontes, UFC

Possui Licenciatura Plena em Letras Português / Espanhol pela Universidade Federal do Ceará (2006), especialização em Linguística Aplicada pela Faculdade Sete de Setembro (2009), especialização em Educação Religiosa pela Faculdade Unyleya (2019), mestrado em Linguística Aplicada pela Universidade Estadual do Ceará (2009), mestrado em Educação Religiosa pelo SEC (2019), doutorado em Linguística pela Universidade Federal do Ceará (2012) e pós-doutorado em Estudos da Tradução pela Universidade Federal de Santa Catarina (2014). É Professor Adjunto IV na graduação em Letras-Espanhol/ Letras-Português/Espanhol e docente permanente do Programa de Pós-Graduação em Linguística (PPGL) da Universidade Federal do Ceará.

Maria Valdênia Falcão do Nascimento, UFC

Doutora em Linguística pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Professora Adjunta de Língua Espanhola e Prática de Ensino de Espanhol da UFC. Possui graduação em Letras Português e Espanhol e é líder do Grupo de Pesquisas em Representações Sociais, Discurso e Ensino (CNPq) e pesquisadora do Grupo de Pesquisas em Linguística Aplicada (GEPLA).

Ivanildo Alves Lopes, SEC

Possui os cursos de Bacharel em Ciências Biológicas, modalidade médica (Biomédico) pela Universidade Federal do Pará (1980); Licenciatura em Pedagogia pela ORGANIZAÇÃO GUARÁ DE ENSINO (1989) habilitações Magistério, Administração Escolar e Orientação Educacional; Bacharel em Enfermagem: habilitação Saúde Pública pela Universidade Federal de Pernambuco (1993); Licenciatura em Enfermagem pela Universidade Federal de Pernambuco (1994); Bacharel em Teologia pelo Centro Universitário da Grande Dourados - (UNIGRAN (2010). Possui as seguintes especializações : - Análises Clinicas e Controles de Alimentos (SP); - Didática do Ensino Superior (SP); - Computação em Microcomputadores (SP); - Educação a Distância (PE). Na área religiosa possui curso livre de caráter eclesiástico (Mestrado em Educação Religiosa) - SEMINARIO DE EDUCAÇÃO CRISTÃ (2003). 

Referências

ALBUQUERQUE, M. M. B. Seminário de Educação Cristã: 100 anos lapidando vidas. Olinda: Livro rápido, 2019.

ALVES, M. P. Educação Batista: quais são os fundamentos que a norteiam? Revista Pistis Prax – Teologia Pastoral. Curitiba, v. 9, n. 3, p. 684-698, set./dez. 2017.

ANJOS, M. L. P. R. T. Educação feminina batista no nordeste: a ação educacional de Martha Elizabeth Hairston no Seminário de Educadoras Cristãs de Recife (1953-1979). Tese (Doutorado em Educação) – Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2013, 428 p.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA (ABED). Censo EAD.BR-2018/2019. Disponível em: http://www.abed.org.br/site/pt/midiateca/censo_ead/. Acesso em: 10 abr. 2020.

BEHAR, P. A.; PASSERINO, L.; BERNARDI, M. Modelos Pedagógicos para Educação a Distância: pressupostos teóricos para a construção de objetos de aprendizagem. Revista Novas Tecnologias na Educação, v. 5, p. 25-38, 2007.

BELLONI, M. L. Educação a distância. Campinas: Autores Associados, 2009.

CHAUÍ, M. Convite à Filosofia. 12. ed. São Paulo: Ática, 2000.

COLL, C. Contribuições da Psicologia para a Educação: teoria genética e aprendizagem escolar. In: BANKS LEITE, L. (Org.). Piaget e a Escola de Genebra. São Paulo: Cortez, 1987, p. 164-197.

DURKHEIM, E. Educação e Sociologia. Petrópolis: Vozes, 2011.

KRAMER, S. Propostas pedagógicas ou curriculares: subsídios para uma leitura crítica. Educ. Soc. [on-line]. 1997, v. 18, n. 60, p. 15-35. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/S0101-73301997000300002. Acesso em: 20 maio 2020.

LIBÂNEO, J. C. Didática. 2. ed. São Paulo: Cortez, 2013.

MAIA, C.; MATTAR, J. ABC da EaD: educação a distância hoje. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2007.

MOORE, M.; KEARSLEY, L. Educação a Distância: uma visão integrada. São Paulo: Cengage Learning, 2008.

NASCIMENTO, L.; LEIFHEIT, M. Análise de um curso a distância que utilizou uma nova ferramenta de Courseware chamada Moodle. Monografia (Graduação) Cinted, UFRGS, Porto Alegre, 2005.

NUNES, I. B. A história da EaD no mundo. In: LITTO, F. M.; FORMIGA, M. (Org.). Educação a Distância: o estado da arte. São Paulo: Person Education do Brasil, 2009.

REEDUCAM. Plataforma de ensino on-line, 2019. Disponível em: https://reeducam.plataformaensineonline.com/mod/forum/discuss.php?d=1770. Acesso em: 20 maio 2020.

PAZMIÑO, R. W. Temas fundamentais da educação cristã. São Paulo: Cultura Cristã, 2008.

PINHO, J. B. Publicidade e vendas na internet: técnicas e estratégias. São Paulo: Summus, 2000.

SANTOS, M. Por uma outra globalização: do pensamento único à consciência universal. 5. ed. Rio de Janeiro: Record, 2001.

Publicado

2020-11-06

Como Citar

Pontes, V., Falcão do Nascimento, M. V., & Alves Lopes, I. (2020). O processo de implantação da EaD em uma instituição de ensino eclesiástico. EmRede - Revista De Educação a Distância, 7(2), 74-89. Recuperado de https://www.aunirede.org.br/revista/index.php/emrede/article/view/624