MOOC Diálogos sobre Cultura Digital e Formação Docente: uma ação de extensão universitária

Autores

  • Karina Marcon Universidade do Estado de Santa Catarina, Departamento de Pedagogia a Distância, Florianópolis, Santa Catarina
  • Andreson Lopes de Lacerda Universidade Federal de Santa Catarina https://orcid.org/0000-0001-5741-9767

Palavras-chave:

MOOC, cultura digital, formação docente, Extensão universitária

Resumo

Este trabalho socializa as experiências de uma ação de extensão universitária do Centro de Educação a Distância da Universidade do Estado de Santa Catarina. O MOOC “Diálogos sobre Cultura Digital e Formação Docente” foi ofertado em 2018 e 2019 e objetivou oportunizar espaços de reflexão teórica e produção de conhecimentos sobre cultura digital e suas implicações na formação docente. Tendo como público-alvo licenciandos e professores das redes públicas de ensino, a organização metodológica envolveu leituras, vídeos, fórum de discussão, apropriação de recursos tecnológicos digitais e autoavaliação. Os resultados demonstram que os objetivos foram alcançados e que o MOOC contribuiu com o estabelecimento de diálogos sobre cultura digital e formação docente.

Biografia do Autor

Karina Marcon, Universidade do Estado de Santa Catarina, Departamento de Pedagogia a Distância, Florianópolis, Santa Catarina

Professora da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), no Centro de Educação a Distância (CEAD). Doutora em Educação (2015 - Bolsista CNPq) pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Realizou Doutorado Sanduíche na Universidade Aberta, em Lisboa/Portugal (Bolsista CAPES/PDSE). Mestre em Educação (2008) e Bacharel em Comunicação Social: Habilitação em Publicidade e Propaganda (2004) pela Universidade de Passo Fundo (UPF). Atualmente é graduanda em Pedagogia Licenciatura Plena EAD (2012) pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Tem experiência e interesse de pesquisa nas áreas de Inclusão Digital, Educação a Distância e Formação de Professores.

Andreson Lopes de Lacerda, Universidade Federal de Santa Catarina

Doutorado em Educação (Bolsista Capes - PPGE/UFSC), Mestrado em Educação Científica e Tecnológica (2013 - PPGECT/UFSC), graduação em Comunicação Social - Jornalismo (2006 - UEPB) e graduando em Pedagogia (Universidade Estácio de Sá). Atualmente colabora como professor- formador na Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC). Possui experiência na área de Educação, com ênfase em Mídia-Educação, Educação e TIC, plataformas digitais de aprendizagem, EaD, atuando principalmente como formador, mediador e consultor em cursos, disciplinas, projetos e capacitações para educadores. Participa de projetos de pesquisa sobre educação hacker e direitos humanos, em parceria com a UFSC e UFBA. É membro atuante do Grupo de Pesquisa Comunic (UFSC) desde 2013.

Referências

APARICI, R.; SILVA, M. Pedagogía de la interactividade. Comunicar, v. XIX, n. 38, p. 51-58, 2012. DOI: https://doi.org/10.3916/C38-2012-02-05.

BUSTAMANTE, E. Cultura digital: la “nueva” cultura clásica. Telos, Madrid, v. 1, n. 88, p. 1-5, jul./set. 2011. Disponível em: https://telos.fundaciontelefonica.com/archivo/numero088/cultura-digital-la-nueva-cultura-clasica/. Acesso em: 05 jul. 2020.

BUCKINGHAM, D. Cultura digital, educação midiática e o lugar da escolarização. Educação & Realidade, Porto Alegre, v. 35, n. 3, p. 37-58, set./dez. 2010. Disponível em: http://www.seer.ufrgs.br/index.php/ educacaoerealidade/article/view/13077/10270. Acesso em: 05 jul. 2020.

BUCKINGHAM, D. Youth, identity and digital media. Cambridge, MA: The MIT Press, 2008.

DOWNES, S. Places to Go: Connectivism & Connective Knowledge. 2008. Disponível em: http://www.academia.edu/2869475/Places_to_go_Connectivism_and_ connective_knowledge. Acesso em: 05 jul. 2020.

GILLMOR, D. Nós, os media. Tradução: Saul Barta. Lisboa: Editorial Presença, 2005.

JENKINS, H. Cultura da convergência. 2. ed. São Paulo: Aleph, 2009.

JENKINS, H.; GREEN, J.; FORD, S. Cultura da conexão: criando valor e significado por meio da mídia propagável. São Paulo: Aleph, 2014.

LAPA, A. et al. As redes sociais como espaço público educador. In: LAPA, A.; LACERDA, A. (org.). Formação de sujeitos em espaços sociais virtuais. Rio de Janeiro: Letra Capital, 2017.

LEMOS, A. Cibercultura: alguns pontos para compreender a nossa época. In: LEMOS, A; CUNHA, P. (org.). Olhares sobre a cibercultura. Porto Alegre: Sulina, 2003. p. 11-23.

MARCON, K. A inclusão digital de educadores a distância: Estudo multicaso nas Universidades Abertas do Brasil e de Portugal. 2015. Tese (Doutorado em Educação) – Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2015.

MARCON, K.; KIST, S. O. A proposta conectivista em Massive Open Online Courses (MOOCs). Artigo apresentado para a Disciplina de Redes, Conectivismo e Moocs, do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Porto Alegre: 2014.

MARTÍN-BARBERO, J. A comunicação na educação. São Paulo: Contexto, 2014.

MARTINS, B. C. Autoria em rede: os novos processos autorais através das redes eletrônicas. Rio de Janeiro: Mauad, 2014.

PRIMO, A. Crítica da cultura da convergência: participação ou cooptação. In: DUARTE, Elizabeth Bastos; CASTRO, M. L. D. (Org.). Convergências Midiáticas: produção ficcional – RBS TV. Porto Alegre: Sulina, 2010, p. 21-32.

RIVOLTELLA, P. C.; FANTIN, M. Crianças na era digital: desafios da comunicação e educação. REU – Revista de Estudos Universitários, [S.l.], v. 36, n. 1, p. 89-104, ago. 2010. Disponível em: http://periodicos.uniso.br /ojs/index.php/reu/article/view/464. Acesso em: 05 jul. 2020.

RÜDIGER, F. As teorias da comunicação. Porto Alegre: Artmed, 2011.

SCOLARI, C. A. Alfabetismo transmedia: estrategias de aprendizaje informal y competencias mediáticas en la nueva ecología de la comunicación. Telos, Madrid, v. 1 n. 193, p. 13-23, 2016. Disponível em: https://telos.fundaciontelefonica.com/url-direct/pdf-generator?tipoContenido=articuloTelos&idContenido=2016030812060001&idioma=es. Acesso em: 05 jul. 2020.

SCOLARI, C. A.; IBRUS, I. Transmedia critical: empirical investigations into multiplatform and collaborative storytelling. International Journal of Communication, v. 8, p. 2191-2200, 2014. Disponível em: https://ijoc.org/index.php/ijoc/article/view/3102. Acesso em: 05 jul. 2020.

SIBILIA, P. O show do eu: a intimidade como espetáculo. 2. ed. rev. Rio de Janeiro: Contraponto, 2016.

SIEMENS, G. Connectivism: A Learning Theory for the Digital Age. International Journal of Instructional Technology and Distance Learning, v. 16, n. 2, p. 1-59, 2005. Disponível em: http://citeseerx.ist.psu.edu/viewdoc/summary?doi=10.1.1.87.3793. Acesso em: 05 jul. 2020.

SIEMENS, G. Knowing Knowledge. 2006. Disponível em: https://amysmooc.files.wordpress.com/2013/01/knowingknowledge_lowres-1.pdf. Acesso em: 05 jul. 2020.

SODRÉ, M. Antropológica do espelho: uma teoria da comunicação linear em rede. 4. ed. Petrópolis: Vozes, 2002.

TOFFLER, A. The third wave. New York: William Mc. Company, INC., 1980.

Publicado

2020-11-06

Como Citar

Marcon, K., & Lopes de Lacerda, A. . (2020). MOOC Diálogos sobre Cultura Digital e Formação Docente: uma ação de extensão universitária. EmRede - Revista De Educação a Distância, 7(2), 248-266. Recuperado de https://www.aunirede.org.br/revista/index.php/emrede/article/view/625

Edição

Seção

Dossiê Extensão na Educação a Distância