A construção do vínculo no atendimento psicológico on-line de agentes de segurança pública e seus familiares no contexto pandêmico

Autores

DOI:

https://doi.org/10.53628/emrede.v8.1.689

Palavras-chave:

Psicologia, Segurança Pública, Atendimento Online, Pandemia, Vínculo Terapêutico

Resumo

Este estudo busca relatar a experiência de formandos em psicologia no atendimento on-line de agentes de segurança pública e seus familiares, a partir de uma experiência de estágio supervisionado na cidade de Salvador/BA. Diante do contexto pandêmico, os formandos de uma determinada instituição tiveram a sua experiência de estágio, previamente planejada como presencial, adaptada para o modelo remoto, sendo tais atendimentos realizados, por meio de uma plataforma virtual e na perspectiva da saúde do trabalhador, ao longo do ano de 2020. O presente artigo, assim, tem por método de pesquisa o Relato de Experiência, e procura abordar as vivências pessoais dos estagiários frente aos desafios vinculares e outras particularidades implicadas diante do sofrimento dentro e fora do trabalho, bem como do conhecimento teórico-técnico sobre a temática em tela.

Biografia do Autor

Michelle Oliveira da Silva, Centro Universitário UniRuy Wyden

Psicóloga, graduada pelo Centro Universitário UniRuy Wyden.

Taynã Aparecido Botelho, Centro Universitário UniRuy Wyden

Psicóloga, graduada pelo Centro Universitário UniRuy Wyden.

Vinícius Correia Cavalcanti Dantas, Centro Universitário UniRuy Wyden

Psicólogo, graduado pelo Centro Universitário UniRuy Wyden.

Renan Vieira de Santana Rocha, Centro Universitário UniRuy Wyden

Psicólogo (UFBA). Mestre em Saúde Coletiva (UFBA). Docente e Supervisor de Estágios do Centro Universitário UniRuy Wyden.

Beatriz Borges Brambilla, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP)

Psicóloga, Mestre em Psicologia da Saúde (UMESP), Doutora em Psicologia Social (PUC-SP). Docente da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP).

Referências

AMADOR, F. S. et al. Por um programa preventivo em saúde mental do trabalhador na Brigada Militar. Psicologia: Ciencia e Profissão, Brasília, DF, v. 22, n. 03, p. 54-61, 2002. Disponível em: http://doi.org/10.1590/S1414-98932002000300009. Acesso em: 26 Dez. 2020.

ASSI, G.; THIEME, A. L. Desafios na Psicoterapia Online: reflexões a partir de um relato de caso de uma paciente com ansiedade. Perspectivas em Análise do Comportamento, Santa Catarina, v. 10, n. 02, p. 267-279, 2020. Disponível em: http://revistaperspectivas.emnuvens.com.br/perspectivas/article/view/629. Acesso em: 04 Jan. 2021.

BARBOSA, L. M.; MENEZES, C. N. B. A importância do apoio psicológico na saúde mental dos policiais militares de Fortaleza. Psicologia Argumento, Curitiba, v. 35, n. 89, p. 01-21, 2017. Disponível em: http://periodicos.pucpr.br/index.php/psicologiaargumento/article/view/25564. Acesso em: 04 Jan. 2021.

BARBOSA, M. I. S.; BOSI, M. L. M. Vínculo: um conceito problemático no campo da Saúde Coletiva. Physis: Revista de Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 27, n. 04, p. 1003-1022, out./dez. 2017. Disponível em: http://doi.org/10.1590/S0103-73312017000400008. Acesso em: 15 Dez. 2020.

BRASIL. Ministério da Saúde. Conselho Nacional de Saúde. Resolução nº 196, de 10 de Outubro de 1996. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil: sessão 1, Brasília, v. 134, n. 201, p.21.082-21.085, out. 1996. Disponível em: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/cns/1996/res0196_10_10_1996.html. Acesso em: 15 Jun. 2021.

BRASIL. Ministério da Saúde. Fundação Oswaldo Cruz. Saúde Mental e Atenção Psicossocial na Pandemia COVID – 19: Recomendações aos Psicólogos para o Atendimento Online. Brasília: MS/FIOCRUZ, 2020a. Disponível em: http://renastonline.ensp.fiocruz.br/recursos/saude-mental-atencao-psicossocial-pandemia-covid-19-recomendacoes-aos-psicologos. Acesso em: 23 Dez. 2020

BRASIL. Ministério da Educação. Portaria nº 544, de 16 de Junho de 2020. Dispõe sobre a substituição das aulas presenciais por aulas em meios digitais, enquanto durar a situação de pandemia do novo coronavírus - Covid-19, e revoga as Portarias MEC nº 343, de 17 de março de 2020, nº 345, de 19 de março de 2020, e nº 473, de 12 de maio de 2020. Diário Oficial da União: sessão 1, Brasília, DF, n. 114, p. 62, 17 jun. 2020b. Disponível em: http://www.in.gov.br/en/web/dou/-/portaria-n-544-de-16-de-junho-de-2020-261924872. Acesso em: 02 Jan. 2021.

CASTRO, M. C.A.; ROCHA, R.; CRUZ, R. M. Saúde Mental do Policial Brasileiro: tendências teórico-metodológicas. Psicologia, Saúde & Doenças, Lisboa, v. 20, n. 02, p. 525-541, 2019. Disponível em: http://dx.doi.org/10.15309/19psd200220. Acesso em: 09 Jan. 2021.

CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA (CFP). Práticas e Estágios Remotos em Psicologia no Contexto da Pandemia da COVID-19: recomendações. Brasília, DF: CFP/ABEPSI, 2020a. Disponível em: http://site.cfp.org.br/publicacao/praticas-e-estagios-remotos-em-psicologia-no-contexto-da-pandemia-da-covid-19-recomendacoes/. Acesso em: 15 Dez. 2020.

CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA (CFP). Resolução CFP N.º 02/1995. Dispõe sobre prestação de serviços psicológicos por telefone. Brasília: CFP, 1995. Disponível em: http://site.cfp.org.br/wp-content/uploads/1995/02/resolucao1995_2.pdf. Acesso em: 09 Jan. 2021.

CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA (CFP). Resolução CFP N.º 03/2000. Institui a Comissão Nacional de Credenciamento e Fiscalização dos Serviços de Psicologia pela Internet. Brasília: CFP, 2000. Disponível em: http://site.cfp.org.br/wp-content/uploads/2000/12/resolucao2000_6.pdf. Acesso em: 09 Jan. 2021.

CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA (CFP). Resolução CFP N.º 04/2020. Dispõe sobre regulamentação de serviços psicológicos prestados por meio de Tecnologia da Informação e da Comunicação durante a pandemia do COVID-19. Diário Oficial da União: sessão 1, Brasília, DF, n. 61, p. 251, 2020b. Disponível em: http://www.in.gov.br/en/web/dou/-/resolucao-n-4-de-26-de-marco-de-2020-250189333. Acesso em: 09 Jan. 2021.

CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA (CFP). Resolução CFP N.º 11/2012. Regulamenta os serviços psicológicos realizados por meios tecnológicos de comunicação a distância, o atendimento psicoterapêutico em caráter experimental e revoga a Resolução CFP N.º 12/2005. Diário Oficial da União: sessão 1, Brasília, DF, 25 jun. 2012. Disponível em: http://site.cfp.org.br/wp-content/uploads/2012/07/Resoluxo_CFP_nx_011-12.pdf. Acesso em: 09 Jan. 2021.

CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA (CFP). Resolução CFP N.º 11/2018. Regulamenta a prestação de serviços psicológicos realizados por meios de tecnologias da informação e da comunicação e revoga a Resolução CFP nº 11/2012. Diário Oficial da União: sessão 1, Brasília, DF, 14 mai., 2018. Disponível em: http://atosoficiais.com.br/cfp/resolucao-do-exercicio-profissional-n-11-2018-regulamenta-a-prestacao-de-servicos-psicologicos-realizados-por-meios-de-tecnologias-da-informacao-e-da-comunicacao-e-revoga-a-resolucao-cfp-n-112012. Acesso em: 09 Jan. 2021.

CONSELHO FEDERAL DE PSICOLOGIA (CFP). Resolução CFP N.º 12/2005. Regulamenta o atendimento psicoterapêutico e outros serviços psicológicos mediados por computador e revoga a Resolução CFP N° 003/2000. Brasília: CFP, 2005. Disponível em: http://cadastrosite.cfp.org.br/docs/resolucao2005_12.pdf. Acesso em: 09 Jan. 2021.

DALTRO, M. R.; FARIA, A. A. Relato de Experiência: Uma narrativa científica na pós-modernidade. Estudos e Pesquisas em Psicologia, Rio de Janeiro, v. 19, n. 01, p. 223-237, jan./abr. 2019. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/pdf/epp/v19n1/v19n1a13.pdf. Acesso em: 07 Dez. 2020.

FARIA, G. M. Constituição do vínculo terapêutico em psicoterapia online: perspectivas gestálticas. Revista do NUFEN, Belém, v. 11, n. 03, p. 66-92, set./dez. 2019. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2175-25912019000300006&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 05 Jan. 2021.

MINAYO, M. C. S.; ASSIS, S. G.; OLIVEIRA, R. V. C. Impacto das atividades profissionais na saúde física e mental dos policiais civis e militares do Rio de Janeiro (RJ, Brasil). Ciência & Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 16, n. 04, p. 2199-2209, 2011. Disponível em: http://www.scielosp.org/article/csc/2011.v16n4/2199-2209/pt/. Acesso em: 15 Set. 2020.

NOGUEIRA, G. E. G.; MOREIRA, A. L. C. As formações grupais e seus efeitos nas instituições policiais militares. Revista de Psicologia: Saúde Mental e Segurança Pública, Belo Horizonte, n. 01, p. 35-39, jan./dez. 1999. Disponível em: https://revista.policiamilitar.mg.gov.br/index.php/psicologia/article/view/79/189. Acesso em: 15 Jun. 2021.

OLIVEIRA, K. L.; SANTOS, L. M. Percepção da saúde mental em policiais militares da força tática e de rua. Sociologias, Porto Alegre, v. 12, n. 25, p. 224-250, dez. 2010. Disponível em: https://www.scielo.br/j/soc/a/kRWWYHPFpWbvhGmMdbjtqcp/abstract/?lang=pt. Acesso em: 12 Dez. 2020.

PEREZ, K. V.; BOTTEGA, C. G.; MERLO, A. R. C. Análise das políticas de saúde do trabalhador e saúde mental: uma proposta de articulação. Saúde em Debate, Rio de Janeiro, v. 41, n. spe2, p. 287-298, jun. 2017. Disponível em: http://doi.org/10.1590/0103-11042017s224. Acesso em: 09 Jan. 2021.

PIETA, M. A. M.; GOMES, W. B. Psicoterapia pela Internet: viável ou inviável?. Psicologia: Ciencia e Profissão, Brasília, v. 34, n. 01, p. 18-31, mar. 2014. Disponível em: http://doi.org/10.1590/S1414-98932014000100003. Acesso em: 07 Dez. 2020.

PIETA, M. A. M. et al. Desenvolvimento de protocolos para acompanhamento de psicoterapia pela Internet. Contextos Clínicos, v. 08, n. 02, p. 128-140, jul./dez. 2015. Disponível em: http://revistas.unisinos.br/index.php/contextosclinicos/article/view/ctc.2015.82.02. Acesso em: 09 Jan. 2021.

PINTO, E. R. As Modalidades do Atendimento Psicológico Online. Temas em Psicologia, Ribeirão Preto, v. 10, n. 02, p. 168-177, ago. 2002. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-389X2002000200007&lng=pt&tlng=pt. Acesso em: 09 Jan. 2021.

ROCHA, R. V. S; BRAMBILLA, B. B.; BARROS, B. D. Saúde Mental em Contextos de Pandemia e Isolamento Social: Tarefas para as Trabalhadoras e Trabalhadores da Saúde. Revista Interfaces: Saúde, Humanas e Tecnologia, Juazeiro do Norte, v. 08, n. 03, p. 657-666, 2020. Disponível em: http://dx.doi.org/10.16891/2317-434X.v8.e3.a2020.pp657-666. Acesso em: 20 Dez. 2020.

RODRIGUES, C. G. Aliança terapêutica na psicoterapia breve online. 2014. 96 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia Clínica e Cultura) — Universidade de Brasília (UnB), Brasília, 2014. Disponível em: http://repositorio.unb.br/handle/10482/16596. Acesso em: 28 Dez. 2020.

SIEGMUND, G.; et al. Aspectos Éticos das Intervenções Psicológicas Online no Brasil: Situação Atual e Desafios. Psicologia em Estududo, Maringá, v. 20, n. 03, p. 437-447, set. 2015. Disponível em: http://www.periodicos.uem.br/ojs/index.php/PsicolEstud/article/view/28478. Acesso em: 09 Jan. 2021.

SIEGMUND, G.; LISBOA, C. Orientação Psicológica Online: Percepção dos Profissionais sobre a Relação com os Clientes. Psicologia: Ciência e Profissão, Brasília, v. 35, n. 01, p. 168-181, jan./mar. 2015. Disponível em: http://doi.org/10.1590/1982-3703001312012. Acesso em: 09 Jan. 2021.

SIEGMUND, G.; NONOHAY, R. G.; GAUER, G. Ensaio de usabilidade de uma intervenção psicoeducacional computadorizada sobre transtorno obsessivo-compulsivo. Temas em Psicologia, Ribeirão Preto, v. 24, n. 01, p. 261-276, 2016. Disponível em: http://dx.doi.org/10.9788/TP2016.1-18. Acesso em: 09 Jan. 2021.

SOUZA, E. R.; MINAYO, M. C. S. Policial, risco como profissão: morbimortalidade vinculada ao trabalho. Ciência & Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 10, n. 04, p. 917-928, 2005. Disponível em: http://www.scielosp.org/article/csc/2005.v10n4/917-928/es/. Acesso em: 26 Dez. 2020.

TEIXEIRA, C. F. S. et al. A saúde dos profissionais de saúde no enfrentamento da pandemia de Covid-19. Ciência e Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 25, n. 09, p. 3465-3474, set. 2020. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/1413-81232020259.19562020. Acesso em: 02 Dez. 2020.

Publicado

2021-07-16

Como Citar

Silva, M. O. da, Botelho, T. A., Dantas, V. C. C., Rocha, R. V. de S. ., & Brambilla, B. B. (2021). A construção do vínculo no atendimento psicológico on-line de agentes de segurança pública e seus familiares no contexto pandêmico. EmRede - Revista De Educação a Distância, 8(1), 1-18. https://doi.org/10.53628/emrede.v8.1.689