PRÁTICAS PEDAGÓGICAS NOS POLOS DE APOIO PRESENCIAL

Autores

Palavras-chave:

Polo de apoio presencial, Práticas pedagógicas, Educação a Distância

Resumo

A Educação a Distância é uma modalidade de ensino que atinge um público cada vez maior e, com a implantação dos polos de apoio presencial, esse alcance é ampliado. O processo de ensino-aprendizagem no polo requer uma medicação singular. O objetivo do presente estudo é identificar as práticas pedagógicas realizadas nos polos e as diferentes estratégias adotadas. A metodologia desse estudo está baseada em uma revisão de literatura e na análise de algumas experiências. A partir das diferentes metodologias identificadas, evidencia-se o polo como um espaço que potencializa o processo de ensino-aprendizagem. As práticas pedagógicas desenvolvidas no Ambiente Virtual de Ensino-Aprendizagem, mediadas no espaço do polo implicam no modo de aprendizagem do estudante de EaD.

Biografia do Autor

Juliana Bordinhão Diana, Universidade Federal de Santa Catarina

Doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento, pela Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC. Mestre em Engenharia e Gestão do Conhecimento, pela Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC (2015). Especialização em Informática na Educação, pela Universidade Estadual de Londrina, UEL (2010). Graduada em Licenciatura em Ciências - Habilitação em Biologia pelas Faculdades Integradas de Ourinhos (2006). Atuou como coordenadora de polo de Educação a Distância, no Polo Sorocaba, pela Universidade Luterana do Brasil (ULBRA).Trabalha na Área da Educação, atuando em cursos de formação continuada na modalidade à distância na função de tutor à distância, pesquisador e Orientador de TCC. Tem experiência na área de Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: educação a distância, polo de apoio presencial, design instrucional e produção de conteúdo para cursos a distância. 

Araci Hack Catapan, Universidade Federal de Santa Catarina

Possui graduação em Pedagogia pela Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Palmas (1982), mestrado em Educação pela Universidade Federal de Santa Catarina (1993) e doutorado em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina (2001). Especialista em Curriuclo e Filosofia pela PUCMG. Atualmente é professora associada II da Universidade Federal de Santa Catarina. Tem experiência em todos os níveis de Educação. Atua em pesquisa, ensino e extensão, com ênfase nos seguintes temas: Educação a Distância (EaD), cibercultura, tecnologia, Gestão de conheicmento, midia e conheciento, pedagogia digital, formação de professores, tecnologia de comunicação digital e software. Atua nos programas de Pós Graduação da Engenharia e Gestão do Conhecimento e no Programa de pós-graduação em Educação. É consultora para os sistemas UAB/CAPES e Rede e_Tec Brasil. É coordenadora do núcleo de pesquisa Científica em Educação a Distância CNPq. É participante do Grupo de Pesquisa em Avaliação e Gestão na Educação (CNPq ? DGP). Coordena o núcleo de ensino pesquisa e extensão ATELIERTCD/CED/UFSC e os Projetos de pesquisa Currículo Referência para o Sistema e-Tec Brasil; metodologias e experiências exitosas na implementação da Rede e-Tec: Objetos Digitais de Ensino-aprendizagem. Participa como Pesquisadora no projeto de certificação de tecnologias educacionais/SEB/MEC. Faz parte do conselho editorial da revista TRAVESSIAS. Pertence ao comitê científico da ABED. Coordenadora da Comissão Própria de Avaliação Institucional da UFSC de 2004 a 2008. Diretora de Ensino de graduação 2004 a 2006 e diretora de Educação a Distância 2005 a 2008, na UFSC. Líder do Laboratório de Habitats de Inovação e Empreendedorismo www.inlab.ufsc.br

Referências

BRASIL. Casa Civil. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicaocompilado.htm>. Acesso em: 26 maio 2017.

. Casa Civil. Decreto nº 9.057, de 25 de maio de 2017. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2017/Decreto/D9057.htm>. Acesso em: 26 maio 2017.

. Ministério da Educação. Parecer CNE/CES nº 564/2015 aprovado em 10 de dezembro de 2015. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/index.php?option= com_docman&view=download&alias=31361-parecer-cne-ces-564-15-pdf&category_slug=dezembro-2015-pdf&Itemid=30192>. Acesso em: 24 maio 2017.

. Ministério da Educação. Referenciais de qualidade para Educação superior a distância – versão preliminar. Secretaria de Educação a Distância, Brasília: [s.n.]. 2007. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/seed/arquivos/pdf/legislacao/refead1.pdf>. Acesso em: 27 maio 2017.

. Ministério da Educação. Resolução nº 1, de 11 de março de 2016. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download &alias=35541-res-cne-ces-001-14032016-pdf&category_slug=marco-2016-pdf&Itemid=30192>. Acesso em: 24 maio 2017.

CABEDA, M.; STAPF, A. SILVA, A.C.O.; VICARI, S. Uma nova forma de polo de apoio presencial para EaD: o polo dos sonhos. In. 16º Congresso Internacional ABED de Educação a Distância. 31 de agosto a 3 de setembro de 2010. Foz do Iguaçu, PR. Disponível em: <http://www.abed.org.br/congresso2010/cd/2842010101650.pdf>. Acesso em: 24 maio 2017.

CATAPAN, Araci Hack. Tertium: o novo modo do ser, do saber e do aprender: construindo uma taxionomia para medição pedagógica em tecnologia de comunicação digital. 2001. Tese (Doutorado em Engenharia de Produção) - Centro Tecnológico, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2001. Disponível em: <http://www.ateliertcd.com.br/tese/>. Acesso em: 29 maio 2017.

DIANA, J.B. O polo de apoio presencial e o desenvolvimento socioeconômico: uma leitura do entorno. Dissertação (Mestrado em Engenharia e Gestão do Conhecimento) – Centro Tecnológico, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis,2015. Disponível em: <http://btd.egc.ufsc.br/wp-content/uploads/2015/06/Juliana-Bordinh%C3%A3o-Diana.pdf>. Acesso em: 27 maio 2017.

PADILHA, M.A.S. Os modelos de educação a distância no Brasil: a Universidade Aberta do Brasil como um divisor de águas. Revista Reflexão e Ação, Santa Cruz do Sul, v.21, n. esp., p.82-103, jul. /dez. 2013. Disponível em: <https://online.unisc.br/seer/ index.php/reflex/article/view/344/2996>. Acesso em: 29 maio 2017.

SILVA, A.R.L.; DIANA, J.B.D. CATAPAN, A.H. Do digital ao virtual na EaD. In.: ESUD 2014 – XI Congresso Brasileiro de Ensino Superior a Distância. Florianópolis, SC, 05 a 08 de agosto de 2014. UniRede. Disponível em: <http://esud2014.nute.ufsc.br/anais-esud2014/files/pdf/126671.pdf>. Acesso em: 27 maio 2017.

; NUNES, C.S.; REBELO, A. SPANHOL, F.J.; SANTOS, J.V.V. Modelos utilizados pela educação a distância: uma síntese centrada nas instituições de ensino superior brasileiras. Rev. GUAL., Florianópolis, v. 4, n. 3, p.153-169, set/dez. 2011. Disponível em: <https://periodicos.ufsc.br/index.php/gual/article/viewFile/1983-4535.2011v4n3p153/21984>. Acesso em: 27 maio 2017.

; RIBAS, J.C.C; CATAPAN, A.H. A prática pedagógica da Rede e-Tec Brasil: uma leitura das metodologias e experiências exitosas. In. 21º Congresso Internacional ABED de Educação a Distância. 25 a 29 de outubro de 2015. Bento Gonçalves, RS. Disponível em <http://www.abed.org.br/congresso2015/anais/pdf/BD_43.pdf>. Acesso em: 24 maio 2017.

SOUZA, M.T. et al. Polo de Apoio Presencial: Tecnologia e Infraestrutura na Rede e- Tec Brasil. In.: KASSICK, C.N.; SOUZA, M.T.; NETO, A.P.F. (Org.) Coleção Gestão e Docência em EaD. Florianópolis: NUP/CED/UFSC, 2015. 115 p. Disponível em: <http://www.etec.ufsc.br/file.php/1/etec/assets/3_gptip.pdf>. Acesso em: 27 maio 2017.

Publicado

2017-10-14

Como Citar

Diana, J. B., & Catapan, A. H. (2017). PRÁTICAS PEDAGÓGICAS NOS POLOS DE APOIO PRESENCIAL. EmRede - Revista De Educação a Distância, 4(2), 347-355. Recuperado de https://www.aunirede.org.br/revista/index.php/emrede/article/view/237