CONTRIBUIÇÕES DA TEORIA DA DISTÂNCIA TRANSACIONAL NA FORMAÇÃO DO EDUCADOR MUSICAL A DISTÂNCIA

Nubia Carla Ferreira Cabau, Patrícia Lakchmi Leite Mertzig Gonçalves de Oliveira, Maria Luisa Furlan Costa

Resumo


Este artigo tem como objeto de estudo a Teoria da Distância Transacional proposta por Michael Moore e a Formação Docente. Com intuito de apresentar as contribuições dessa Teoria e de suas variáveis na formação do educador musical a distância, empreendemos, como procedimento metodológico, um estudo bibliográfico evidenciando a importância do diálogo, da estrutura e da autonomia. Para tanto, realizamos um levantamento da Teoria da Distância Transacional e da Educação Musical tendo como recorte analítico duas teses de doutorado. Concluímos que com as tecnologias de informação e comunicação, a própria Teoria da Distância Transacional pode ser ampliada, com a exploração de outras variáveis de ensino e aprendizagem, acrescentando novas possibilidades às variáveis já estabelecidas por Moore.


Palavras-chave


Teoria da Distância Transacional; educação Musical a distância; tecnologias da informação e comunicação;

Texto completo:

PDF

Referências


BAUM, W. M. Compreender o Behaviorismo. Comportamento, cultura e evolução. Tradução de Maria Teresa Araujo Silva; Maria Amélia Santos; Gerson Yukio Tomanari. 2. ed. Porto Alegre, RS: Artmed Editora, 2006.

CARVALHO, I. A. Potencialidades e limites de uma disciplina do curso de Educação Musical a distância na UFSCar. 2010. 213f. Tese (Doutorado em Educação)-Centro de Educação e Ciências Humanas, UFSCar, São Carlos, 2010.

DIEHL, W. C.; CHARLES A. WEDEMEYER Visionary Pioneer of Distance Education. In: MOORE, M. G.; ANDERSON, W. G. Handbook of distance Education. 3rd ed. New York: NYRoutledge, 2013. p. 38-48.

FREIRE, P. Pedagogia do Oprimido. 60 ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2016.

GOHN, D. Tecnologias digitais para Educação musical. São Carlos: EdUFSCar, 2010.

HENDERSON FILHO, J. R. Formação continuada de professores de música em ambiente de ensino e aprendizagem online. 2007. 250f. Tese (Doutorado em Música)-Instituto de Artes, UFRGS, Porto Alegre, 2007.

KRÜGER, S. E. Educação musical apoiada pelas novas Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC): pesquisas, práticas e formação de docentes. Revista da Abem, Porto Alegre, v. 14, p. 75-89, mar. 2006.

MOORE, M. G.; ANDERSON, W. G. Handbook of distance Education 3rd ed. New York, NY: Routledge, 2013.

MOORE, M. G.; KEARSLEY, G. Educação a distância: uma visão integrada.Tradução de Roberto Galman. São Paulo: Thomson Learning, 2007.

______. Educação a distância: sistemas de aprendizagem online.3. ed. São Paulo: Cengage Learning, 2013.

MOORE, M. G. The Theory of Transactional Distance. In: MOORE, M. G.; ANDERSON, W. G. Handbook of distance Education. 3rd ed. New York: NYRoutledge, 2013. p. 66-87.

MOORE, M. G. Teoria da Distância Transacional. Publicado In: KEEGAN, D. (1993) Theoretical Principles of Distance Education. Tradução de Wilson de Azevedo, revisão de tradução de José Manuel da Silva. Revista Brasileira de Aprendizagem Aberta e a Distância, São Paulo, v.1, ago. 2002. (Tradução de: Theoretical Principles of Distance Education)

SABA, F. Distance Education Theory, Methodology, and Epistemology: A Pragmatic Paradigm In: MOORE, M. G.; ANDERSON, W. G. Handbook of distance Education. Mahwah, New Jersey: Lawrence Erlbaum Associates 2003. p. 03-20.

TARDIF, M. Saberes docentes e formação profissional. 17. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2014.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Nubia Carla Ferreira Cabau, Patrícia Lakchmi Leite Mertzig Gonçalves de Oliveira, Maria Luisa Furlan Costa



EmRede - Revista de Educação a Distância, Porto Alegre, RS, Brasil.

ISSN: 2359-6082

Classificação em Qualis Periódicos B4 (2019)
Indexação (consulte a seção Sobre)


Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional ((CC BY-NC-SA 4.0).