Os impactos da pandemia da COVID-19 nos estágios em licenciatura: avanços e desafios para os cursos de formação de professores

Autores

  • Josimayre Novelli Universidade Estadual de Maringá
  • Flávio Rodrigues de Oliveira
  • Josiane Medeiros de Mello Universidade Estadual de Maringá
  • Annie Rose Santos Universidade Estadual de Maringá

DOI:

https://doi.org/10.53628/emrede.v8.1.739

Palavras-chave:

Ensino Remoto Emergencial, Estágio Curricular, Licenciatura, COVID-19

Resumo

Este artigo apresenta um relato de experiência sobre um curso de extensão, intitulado Estágio Docência: capacitação para as aulas remotas, ofertado aos alunos dos cursos de Licenciatura de uma universidade estadual paranaense durante a pandemia da COVID-19. Trata-se de um relato com ponderações de docentes em pré-serviço vinculados à disciplina de Estágio Curricular Supervisionado dos cursos de Licenciatura. Como resultados, com base na netnografia, destaca-se a importância de se institucionalizar outras formas de realização do Estágio, uma vez que essa prática se torna relevante na carreira do futuro profissional licenciado, além de reconhecer a necessidade do entendimento e domínio das ferramentas tecnológicas para aperfeiçoar as práticas docentes.

 

Biografia do Autor

Josiane Medeiros de Mello, Universidade Estadual de Maringá

Graduada em Ciências Biológicas pela Universidade Estadual de Maringá , Mestre e Doutora  em Ciências Biológicas, área de concentração - Anatomia, pela Universidade Estadual Paulista - UNESP- Campus de Botucatu.  Professora de Anatomia Humana desde 1994. Atualmente Professor  Associado da Universidade Estadual  de Maringá, no curso de odontologia.  Atua na  extensão universitária  do Museu Dinâmico Interdisciplinar da UEM com a execução de projetos  nas áreas de Biologia e Informática para educação.  Ministra cursos  na pós graduação de Metodologia Científica e  Anatomia Humana, voltados a odontologia.  Orientadora, docente e coordenadora  de cursos de pós graduação (lato sensu) em Anatomia e Histologia modalidades presencial e a distância. Organizadora do livro de Anatomia Humana, formação de professores em Ciências Biológicas

Annie Rose Santos, Universidade Estadual de Maringá

Doutora em Letras, área de concentração Estudos da Linguagem, pela Universidade Estadual de Londrina (UEL) em 2015. Mestre em Letras, área de concentração Linguística e Filologia da Língua Portuguesa, pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp), campus de Assis, SP, em 1999. Docente do Departamento de Língua Portuguesa (DLP) da Universidade Estadual de Maringá (UEM) desde 1999, ministrando conteúdos de Língua Portuguesa aos cursos de Letras nas modalidades presencial e a distância. Docente do Programa de Pós-Graduação Mestrado Profissionalizante em Letras (Profletras) da UEM desde 2015, com orientação na área de linguagens e novas tecnologias educacional.

Referências

ANDRADE, R. C. R. Prática de Ensino e Estágio Supervisionado no processo de Formação de Professores. Revista Ciranda, Montes Claros, v. 1, n. 1, p. 125-143, mar. 2020. Disponível em: https://www.periodicos.unimontes.br/index.php/ciranda/article/view/1579/3211. Acesso em: 24 jan. 2021.

BOZKURT, A.; SHARMA, R. C. Emergency remote teaching in a time of global crisis due to CoronaVirus pandemic. Asian Journal of Distance Education, v. 15, n. 1, p. i-vi, 2020. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/341043562_Emergency_remote_teaching_in_a_time_of_global_crisis_due_to_CoronaVirus_pandemic. Acesso em: 28 jan. 2021.

BRASIL. Ministério da Educação. Conselho Nacional de Educação. Parecer nº 05, de 28 de abril de 2020. Dispõe sobre a reorganização do Calendário Escolar e da possibilidade de cômputo de atividades não presenciais para fins de cumprimento da carga horária mínima anual, em razão da Pandemia da COVID-19. Diário Oficial da União: seção 1, Brasília, DF, n. 83, p. 63, 04 mai. 2020b. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=145011-pcp005-20&category_slug=marco-2020-pdf&Itemid=30192. Acesso em: 11 jan. 2021.

BRASIL. Ministério da Educação. Portaria nº 544, de 16 de Junho de 2020. Dispõe sobre a substituição das aulas presenciais por aulas em meios digitais, enquanto durar a situação de pandemia do novo coronavírus - Covid-19, e revoga as Portarias MEC nº 343, de 17 de março de 2020, nº 345, de 19 de março de 2020, e nº 473, de 12 de maio de 2020. Diário Oficial da União: sessão 1, Brasília, DF, n. 114, p. 62, 17 jun. 2020b. Disponível em: http://www.in.gov.br/en/web/dou/-/portaria-n-544-de-16-de-junho-de-2020-261924872. Acesso em: 10 jun. 2021.

CAMARGO, R. T. M. A interatividade na educação online: um estudo da ferramenta fórum. 2017. Dissertação (Mestrado Profissional em Educação e Novas Tecnologias)- Centro Universitário Internacional Uninter, Curitiba, 2017. Disponível em: https://repositorio.uninter.com/handle/1/136. Acesso em: 10 jun. 2021.

CARMO, C. R. S.; CARMO, R. O. S. Tecnologias de informação e comunicação na educação a distância e no ensino remoto emergencial. Conhecimento & Diversidade, Niterói, v. 12, n. 28, p. 24-44, set./dez. 2020. Disponível em: https://revistas.unilasalle.edu.br/index.php/conhecimento_diversidade/article/view/7152. Acesso em: 29 jan. 2021.

DIAS-TRINDADE, S.; SANTO, E. E. Educação a Distância e Educação Remota Emergencial: Convergências e Divergências. In: MACHADO, D. P. (Org.). Educação em tempos de Covid-19: reflexões e narrativas de pais e professores. Curitiba: Dialética e Realidade, 2020.

GOMES, M. O. Formação contínua, estatuto da prática e estágio na formação de educadores. In: GOMES, M. O. Formação de professores na Educação Infantil. São Paulo: Cortez, 2009.

HODGES, C. et al. The difference between emergency remote teaching and online learning. EDUCAUSE Review, v. 27, p. 1-15, 2020. Disponível em: http://www.cetla.howard.edu/workshops/docs/The%20Difference%20Between%20Emergency%20Remote%20Teaching%20and%20Online%20Learning%20_%20EDUCAUSE%20(2).pdf. Acesso em: 28 jan. 2021.

JOEY, C. R.; MOREIRA, M. M.; ROCHA, S. S. D. Distance Education or Emergency Remote Educational Activity: in search of the missing link of school education in times of COVID-19. Research, Society and Development, v. 9, n. 7, p. 1-29, 2020. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/4299. Acesso em: 29 jan. 2021.

KOZINETS, R. V. Netnografia: realizando pesquisa etnográfica online. Porto Alegre: Penso, 2014.

LIMA, M. S. L.; PIMENTA, S. G. Estágio e docência: diferentes concepções. Poíesis Pedagógica, v. 3, n. 3-4, p. 5-24, 2006. Disponível em: https://www.revistas.ufg.br/poiesis/article/view/10542. Acesso em: 28 jan. 2021.

MILLER, J. Teacher identity. In: BURNS, A.; RICHARDS, J. C. (Ed.). The Cambridge guide to second language teacher education. Cambridge: Cambridge University Press, 2009.

MOSER, A. Educação em tempo de Coronavirus: a necessidade suscita a criatividade. In: MACHADO, D. P. (Org.). Educação em tempos de Covid-19: reflexões e narrativas de pais e professores. Curitiba: Dialética e Realidade, 2020.

PARANÁ. Governo do Estado. Decreto nº4.230, de 16 de Março de 2020. Dispõe sobre as medidas para enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do Coronavírus - COVID-19. Diário Oficial do Estado, Curitiba, n. 10646, 16 mar. 2020. Disponível em: https://www.legislacao.pr.gov.br/legislacao/pesquisarAto.do?action=exibir&codAto=232854&indice=1&totalRegistros=12&dt=21.2.2020.18.10.40.695. Acesso em: 10 jun. 2021.

PIMENTA, S. G.; LIMA, M. S. L. Estágio e docência. São Paulo: Cortez, 2017.

SHULMAN, L. S. Those who understand: knowledge growth in teaching. Educational Researcher, Whashington, v. 15, n. 2, p. 4-14, Feb. 1986. Disponível em: https://depts.washington.edu/comgrnd/ccli/papers/shulman_ThoseWhoUnderstandKnowledgeGrowthTeaching_1986-jy.pdf. Acesso em: 28 jan. 2021.

SILVA, S. A. Desvelando a Netnografia: um guia teórico e prático. Intercom: RBCC, São Paulo, v. 38, n. 2, p. 339-342, jul./dez. 2015. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/interc/v38n2/1809-5844-interc-38-02-0339.pdf. Acesso em: 31 jan. 2021.

SILVEIRA, A. P. A.; RECCO PICCIRILLI, G. M.; OLIVEIRA, M. E. Os Desafios da Educação a Distância e o Ensino Remoto Emergencial em meio a Pandemia da Covid-19. Revista Eletrônica da Educação, [S.l.], v. 3, n. 1, p. 114-127, dez. 2020. Disponível em: http://revista.fundacaojau.edu.br:8078/journal/index.php/revista_educacao/article/view/224. Acesso em: 31 jan. 2021.

TARDIF, M. Saberes profissionais dos professores e conhecimentos universitários: Elementos para uma epistemologia da prática profissional dos professores e suas consequências em relação à formação para o magistério. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, n. 13, p. 1-20, 2000. Disponível em: http://www.ergonomia.ufpr.br/Metodologia/RBDE13_05_MAURICE_TARDIF.pdf. Acesso em: 31 jan. 2021.

Publicado

2021-07-16

Como Citar

Novelli, J., Rodrigues de Oliveira, F., Medeiros de Mello, J., & Santos, A. R. (2021). Os impactos da pandemia da COVID-19 nos estágios em licenciatura: avanços e desafios para os cursos de formação de professores. EmRede - Revista De Educação a Distância, 8(1). https://doi.org/10.53628/emrede.v8.1.739