AUTORIA E COAUTORIA COMO ATOS ÉTICOS E ESTÉTICOS EMERGENTES NO MOVIMENTO RECURSOS EDUCACIONAIS ABERTOS

Elena Maria Mallmann, Juliana Sales Jacques, Mara Denize Mazzardo, Sabrina Bagetti, Rosiclei Aparecida Cavichioli Lauermann

Resumo


Autoria e coautoria são atos éticos e estéticos condizentes tanto com a criação quanto com suas implicações no contexto situacional. Os Recursos Educacionais Abertos são caminhos emergentes para a mobilização do conhecimento em Educação, uma vez que se sustentam em autoria e coautoria. O foco deste artigo é a análise crítico-interpretativa do curso de formação continuada a distância “REA: Educação para o futuro”, ofertado através de Small Open Online Course a professores do Ensino Médio. No movimento iterativo de Design-Based Research, analisou-se em que medida o curso potencializou autoria e coautoria de REA. Argumenta-se que o autorar e o coautorar não se dicotomizam se houver ação emancipatória oriunda do desejo de superar a cultura de produções com licenças fechadas.



Palavras-chave


Recursos Educacionais Abertos. Autoria. Coautoria. Formação continuada.

Texto completo:

PDF

Referências


AMIEL, T. Recursos Educacionais Abertos: uma análise a partir do livro didático de história. Revista História Hoje, Brasília: IBICT. v. 3, nº 5, 2014, p. 189-205. Disponível em: . Acesso em: 03 maio 2017.

AMIEL, Tel; SOARES, Tiago Chagas. Identifying Tensions in the Use of Open Licenses in OER Repositories. The International Review of Research in Open and Distributed Learning, v. 17, n. 3, 2016. Disponível em: http://www.irrodl.org/index.php/irrodl/ article/view/2426. Acesso em 15 jan. 2017.

ANTUNES, I. Aula de português: encontro e interação. São Paulo: Parábola Editorial, 2003.

ARAYA, E. R. M.; VIDOTTI, S. A. B. G. Criação, proteção e uso legal de informação em ambientes da World Wide Web [online]. São Paulo: Editora UNESP; São Paulo: Cultura Acadêmica, 2010. p. 144. Disponível em: . Acesso em: 03 de maio 2017.

BAKHTIN, M. Estética da criação verbal. 6ª ed. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2011.

BRASIL. Lei 9.609 de 19.02.1998. Dispõe sobre a proteção da propriedade intelectual de programa de computador, sua comercialização no País e dá outras providências. Disponível em: . Acesso em: 03 maio 2017.

______ Lei 9.610 de 19.02.1998. Altera, atualiza e consolida a legislação sobre direitos autorais e dá outras providências. Disponível em: . Acesso em: 03 de mai. 2017.

______ Plano Nacional de Educação - Lei 13.005, 25/06/14. Disponível em: . Acesso em: 03 abr. 2017.

_______ Projeto de Lei. Projeto de lei que altera e acresce dispositivos à Lei 9.610 de 19.02.1998, que altera, atualiza e consolida a legislação sobre direitos autorais e dá outras providências. Disponível em: . Acesso em: 03 maio 2017.

CABRAL, P. A nova lei de direitos autorais: comentários. Harbra, 2003.

CHAUHAN, A. Massive Open Online Courses (MOOCS): Emerging Trends un Assessment and Accreditation. Digital Education Review. n. 25, jun. 2014, p. 7-18. Disponível em: . Acesso em: 07 mar. 2016.

CREATIVE COMMONS. Creative Commons. Disponível em: . Acesso em: 15 jan. 2018.

HILTON, J. L. III. et al. The Four R’s of Openness and ALMS Analysis: Frameworks for Open Educational Resources. All Faculty Publications. Paper 822. 2010. Disponível em: . Acesso em: 12 abr. 2017.

JACQUES, J. S. Performance docente na (co)autoria de recursos educacionais abertos (rea) no ensino superior: atos éticos e estéticos. 2017. 225 p. Tese. Doutorado em Educação. Universidade Federal de Santa Maria: Santa Maria, 2017.

MALLMANN, E. M. et al. Formação de professores da educação básica no RS: inovação didático-metodológica mediada por Recursos Educacionais Abertos (REA). Projeto de Pesquisa com auxílio financeiro Edital 02/2017 Programa Pesquisador Gaúcho -PqG – FAPERGS. Santa Maria: UFSM, 2017.

OKADA, A; SERRA, A. R. Produzindo recursos educacionais abertos com mídias sociais e mobilidade. In: 20º CIAED – Congresso Internacional ABED de Educação a Distância. Curitiba, 2014.

ORLANDI, E. P. Discurso e leitura. Campinas: UNICAMP, 2001.

___________. Interpretação; autoria, leitura e efeitos do trabalho simbólico. Campinas: Pontes, 2004.

PLOMP, T. Educational Design Research: An Introduction. In PLOMP, T. ; NIEVEEN, N. (eds.). Educational Design Research. Enschede: SLO. 2013.

ROMERO-ARIZA, M. Uniendo investigación, política y práctica educativas: DBR, desafíos y oportunidades. Magis. Revista Internacional de Investigación en Educación, Bogotá, Colômbia. v. 7, n.14 (ed.esp.). jul./dez., 2014, p. 159-176.

ROSS, H. Instead of a MOOC, How About a SOOC? Disponível em: . Acesso em: 09 jun. 2017.

SHIMABUKURO, J. SPOCs Are MOOC Game Changers. Educational Technology and Change Journal. 26. set. 2013. Disponível em: . Acesso em: 12 jan. 2017.

TAROUCO, L. M. R. et al (Orgs.). Objetos de aprendizagem: teoria e prática. Porto Alegre: Evangraf, 2014. p. 504.

UNESCO. Declaração REA de Paris. 2012. Disponível em: . Acesso em: 03 abr. 2017.

_______ Diretrizes para os Recursos Educacionais Abertos no Ensino Superior. 2015. Disponível em: . Acesso em: 03 abr. 2017.

WANG, F.; HANNAFIN, M. J. Design-based Research and Technology-Enhanced Learning Environments. ETR&D. v. 53, n. 4, 2005, p. 5-23. Disponível em: . Acesso em: 08 mar. 2017.

WILEY, D. A. Open Education License Draft. Iterating Toward Openness, 08 ago. 2007. Disponível em: . Acesso em: 08 abr. 2017.

WILEY, D. A. The Access Compromise And The 5th R. Iterating Toward Openness, 05 mar. 2014. Disponível em: . Acesso em: 08 abr. 2017.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 EmRede - Revista de Educação a Distância



EmRede - Revista de Educação a Distância, Porto Alegre, RS, Brasil.

ISSN: 2359-6082

Classificação em Qualis Periódicos B4 (2019)
Indexação (consulte a seção Sobre)


Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional ((CC BY-NC-SA 4.0).