Análise de pesquisas em Educação a Distância no Brasil: produção de instituições de ensino superior públicas no período 2010-2015

Autores

  • Ronei Ximenes Martins Universidade Federal de Lavras
  • Ulisses Azevedo Leitão Universidade Federal de Lavras
  • Alexandre José Carvalho Silva Universidade Federal de Lavras

DOI:

https://doi.org/10.53628/emrede.v2.2.70

Palavras-chave:

Educação a Distância, Pesquisa Bibliográfica, Estado da Arte, Comunicação Científica

Resumo

Pesquisa bibliográfica sobre produção científica em Educação a Distância (EaD) realizada em instituições públicas brasileiras entre 2010 e 2015. Foram analisados 1049 trabalhos do Congresso Brasileiro de Ensino Superior a Distância considerando-se a natureza do artigo e as temáticas abordadas. O método se baseou em análise de conteúdo e na classificação de Olaf Zawacki-Richter. Identificou-se que 70% dos artigos são de natureza científica e que há ampliação do número de coautores ao longo dos anos. Há predominância de trabalhos sobre Ensino-Aprendizagem e Docência (62%) corroborando a tendência verificada na área. Observou-se, também, carência de artigos sobre tecnologias para EaD e de suporte teórico específico, o que indica necessidade de maior esforço de pesquisadores nessas temáticas.

Referências

ABBAD, G. ; ZERBINI, T. ; SOUZA, D. B. L. . Panorama das pesquisas em Educação a Distância no Brasil. Estudos de Psicologia. Natal,RN: UFRN, v. 15, p. 291-298, 2010.

ANDRÉ, M. Questões sobre os fins e sobre os métodos de pesquisa em Educação. Revista Eletrônica de Educação. São Carlos, SP: UFSCar, v.1, n. 1, p. 119-131, 2007.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 2010.

BERNARD, R. B.; ABRAMI, P.C.; LOU, Y.; BOROKHOVSKI, E.; WADE, A. How does distance education compare with classroom instruction? A meta-analysis of the empirical literature. Review of Educational Research, v.74, n. 3, p. 379-439, 2004.

CAMPELLO, B. S.; CENDÓN, B. V.; KREMER, J. M. (Orgs) Fontes de informação para pesquisadores e profissionais. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 2000.

CHARLTON, J. R. H. Delphi technique. In: M. S. Lewis-Beck, A. Bryman, T. F. Liao (Eds.), The SAGE encyclopedia of social science research methods (v. 1). Thousand Oaks: Sage, 2004.

DEVESON, L. (2011). Database of Research on Distance Education. In: G.Williams, P. Statham, N. Brown, B. Cleland (Eds.), Changing Demands, Changing Directions. Proceedings ascilite Hobart, p.342-344, 2011.

MEC/INEP. Ministério da Educação. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Resumo técnico do Censo da Educação Superior. Brasília, 2013.

LITTO, F.; FILATRO, A.; ANDRÉ, C. Brazilian Research on Distance Learning, 1999-2003: A State-of-the-Art Study. Open Praxis – The Electronic Journal of the International Council for Open & Distance Education, 2005. Disponível em: <http://www.abed.org.br/congresso2004/por/htm/180-TC-D4.htm>. Acesso em 02 abr. de 2016.

LUNA, S. O falso conflito entre tendências metodológicas .In: FAZENDA, I. Metodologia da Pesquisa Educacional.12ª ed. São Paulo: Cortez, 2010.

MARTINS, R. X.; LEITÃO, A. U.; SILVA, A. J. C. Pesquisas em Educação a Distância: panorama da produção apresentada no ESUD entre 2010 e 2013. In: 11º ESUD - Congresso Brasileiro de Ensino Superior a Distância, Florianópolis,SC:UFSC, 2014.

MILL, D.; OLIVEIRA, M.R.G. A Educação a Distância em pesquisas acadêmicas: uma análise bibliométrica em teses do campo educacional. Educar em Revista, Curitiba, PR:UFPR, Edição Especial, n.4, p.15-36, 2014.

MINAYO, M.C.S.(Org) Pesquisa Social: teoria método e criatividade. 29ª Ed. Petrópolis: Vozes, 2010.

MOORE, M. G. (Ed.). Handbook of distance education. 2 ed. New York, NY: Routledge, 2011. 690 p.

MOORE, M. G.; KEARSLEY, G. Educação a distância: uma visão integrada . São Paulo, SP: Cengage Learning, 2007, 398 p.

OLIVEIRA NETO, J. D. Avaliação da Pesquisa em EAD Baseada no Modelo da Ciência Normal. In: 18° Congresso Internacional da Associação Brasileira de Educação a Distância, 2012.

OLIVEIRA NETO, J. D.; SANTOS, E. M. Análise dos métodos e tópicos de pesquisa: uma amostra da produção cientifica brasileira na área de EaD, 1992 a 2007. In: 14º CIAED - Congresso Internacional da Associação Brasileira de Educação a Distância, 2008.

______________________________. Analysis of the methods and research topics in a sample of the Brazilian Distance Education Publications, 1992-2007. The American Journal of Distance Education, v. 24, p. 119-134, 2010.

OLSON, T. M.; WISHER, R. A. The effectiveness of Web-based instruction: An initial inquiry. International review of Research in Open and Dsitance Learning [On-line], 2002. Disponível em <http://www.irrodl.org/index.php/irrodl/article/view/103/182>. Acessado em 22 mar. 2016.

POBLÁCION, D. A.; WITTER, G. P.; SILVA, J. F. M. Comunicação & produção científica: contexto, indicadores e avaliação. São Paulo: Angellara Editora, 2006.

ROSCH, E. Principles of Characterization. In: ROSCH, E.; LLOYD, B.B. (Ed.) Cognition and categorization. Hillsdale, New Jersey: Erlbaum, 1978.

RUSSELL, T. L. The no significant difference phenomenon. Chapel Hill: Office of Instructional Telecommunications, University of North Carolina, 1999.

SALDANHA, L. C. D. Meta-análise da pesquisa em educação a distância. Arte Factum - Revista de Estudos em Linguagem e Tecnologia, Rio de Janeiro,RJ, ano VII, n.1, p.1-14, 2016.

SANTOS, E. M.; NETO, J. D. O.; ARAÚJO, E. M.; OLIVEIRA, S. R. M; BARBOSA, D. H.; ZANDER, V. T. Educação a distância no Brasil: evolução da produção científica. 2007. Disponível em: < www.abed.org.br/congresso2007/tc/55200753414PM.pdf> Acesso em 02 mar. 2016.

SEVERINO, A J. Metodologia do trabalho científico. 23. ed., rev. e atual. São Paulo: Cortez, 2009.

UNGERLEIDER, C.; BURNS, T. A systematic review of the effectiveness and efficiency of networked ICT in education. Ottawa: Canadá. [On-line]. 2003. Disponível em <http://www.cmec.ca/publications/lists/publications/attachments/55/systematicreview2003.en.pdf>. Acesso em 20 mar. 2016

WITTER, C. Produção Científica e Educação: análise de um periódico nacional. In: WITTER, G.P.(Org.). Metaciência e psicologia. Campinas: Alínea, 2005. p. 199-215.

ZAWACKI-RICHTER, O. Research areas in distance education: A Delphi study. International Review of Research in Open and Distance Learning, v.10, n.3, 2009.

ZAWACKI-RICHTER, O.; BÄCKER, E.M.; VOGT, S. – Review of Distance Education Research (2000 to 2008): Analysis of Research Areas, Methods, and Authorship Patterns. International Review of Research in Open and Distance Learning, v. 10, n. 6, 2009.

Publicado

2016-05-30

Como Citar

Martins, R. X., Leitão, U. A., & Silva, A. J. C. (2016). Análise de pesquisas em Educação a Distância no Brasil: produção de instituições de ensino superior públicas no período 2010-2015. EmRede - Revista De Educação a Distância, 2(2), 56-75. https://doi.org/10.53628/emrede.v2.2.70