Formação Docente Decolonial em tempos de pandemia da COVID19: estratégias da tutoria presencial no curso de Pedagogia da Universidade Estadual de Goiás

Autores

  • Cleverson de Oliveira Domingos Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal/Universidade Estadual de Goiás https://orcid.org/0000-0001-7077-9716
  • Izabela Pereira e Lopes Universidade Estadual de Goiás

DOI:

https://doi.org/10.53628/emrede.v8.1.740

Palavras-chave:

pedagogia decolonial, aprendizagem baseada em problemas, tutoria presencial

Resumo

Esse artigo apresenta um relato de experiência sobre duas estratégias desenvolvidas pelas tutorias presenciais do Curso de Licenciatura em Pedagogia à distância, da Universidade Estadual de Goiás (UEG), para superar a suspensão dos encontros presenciais em 2020 em razão da pandemia da COVID-19. No polo de Águas Lindas de Goiás (GO), foi desenvolvida a metodologia da Aprendizagem Baseada em Problemas (ABP) com o uso do WhatsApp, e no polo de Catalão-GO foram realizadas duas webconferência com especialista por meio do Google Meet. As atividades tiveram como objetivo introduzir reflexões decoloniais na formação de pedagogos. Por intermédio dessas experiências, os acadêmicos conheceram a perspectiva decolonial e refletiram sobre seus papéis na desconstrução de visões etnocêntricas sobre os povos negros e indígenas. Foi possível verificar que o trabalho colaborativo na tutoria é capaz de gerar resultados positivos e imprevistos, potencializando aprendizagens e formando uma verdadeira comunidade de aprendizagem em rede.

Biografia do Autor

Cleverson de Oliveira Domingos, Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal/Universidade Estadual de Goiás

Licenciado em Pedagogia, História e Artes Visuais. Especialista em Educação a Distância pela Faculdade do Noroeste de Minas (FINOM). Especialista em Educação para Diversidade e Cidadania pela Universidade Federal de Goiás (UFG). Especialista em Gênero e Diversidade na Escola pela Universidade Federal de Goiás (UFG). Mestre em Educação pela Universidade de Brasília (UnB), na área de concentração em Políticas Públicas e Gestão da Educação. Foi tutor presencial do Curso de Licenciatura em Pedagogia da Universidade Estadual de Goiás (UEG), no polo de Águas Lindas de Goiás-GO. É professor da Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal (SEEDF). 

Izabela Pereira e Lopes, Universidade Estadual de Goiás

Licenciada em Pedagogia. Tutora presencial do Curso de Licenciatura em Pedagogia à distância da Universidade Estadual de Goiás no polo de Catalão-GO

Referências

BALLESTRIN, L. América Latina e o giro decolonial. Revista Brasileira de Ciência Política, Brasília, n. 11, p. 89-117, 2013. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rbcpol/a/DxkN3kQ3XdYYPbwwXH55jhv/abstract/?lang=pt. Acesso em: 16 jun. 2021.

BERBEL, N. A. N. A problematização e a aprendizagem baseada em problemas: diferentes termos ou diferentes caminhos?. Interface, Botucatu, v. 2, n. 2, p. 139-154, 1998. Disponível em: https://www.scielo.br/j/icse/a/BBqnRMcdxXyvNSY3YfztH9J/?lang=pt. Acesso em: 16 jun. 2021.

BONDÍA, J. L. Notas sobre a experiência e o saber de experiência. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, n. 19, p. 20-28, 2002. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rbedu/a/Ycc5QDzZKcYVspCNspZVDxC/?lang=pt&format=pdf. Acesso em: 16 jun. 2021.

BRASIL. Conselho Nacional de Educação. Resolução nº 1, de 17 de junho de 2004. Institui Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das Relações Étnico-Raciais e para o Ensino de História e Cultura Afro-Brasileira e Africana. Diário Oficial da União: seção 1, Brasília, DF, ano 141, n. 118, p. 11, 22 jun. 2004. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/res012004.pdf. Acesso em: 07 abr. 2020.

BRASIL. Lei n° 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Lei das Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial da União: seção 1, Brasília, DF, p. 27933, 23 dez. 1996. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/l9394.htm. Acesso em: 07 abr. 2020.

BRASIL. Medida provisória n° 934 de 1º de abril de 2020. Estabelece normas excepcionais sobre o ano letivo da educação básica e do ensino superior decorrentes das medidas para enfrentamento da situação de emergência de saúde pública. Diário Oficial da União: seção 1: Extra, Brasília, DF, ano 158, n. 63-A, p. 1, 1 abr. 2020a. Disponível em: http://www.in.gov.br/en/web/dou/-/medida-provisoria-n-934-de-1-de-abril-de-2020-250710591. Acesso em: 17 jul. 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. Portaria nº 343, de 17 de março de 2020. Dispõe sobre a substituição das aulas presenciais por aulas em meios digitais enquanto durar a situação de pandemia do novo Coronavírus – COVID-19. Diário Oficial da União: seção 1, Brasília, DF, ano 158, n. 53, p. 39, 18 mar. 2020b. Disponível em: https://www.in.gov.br/en/web/dou/-/portaria-n-343-de-17-de-marco-de-2020-248564376. Acesso em: 11 dez. 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. Portaria nº 345, de 19 de março de 2020. Altera a Portaria MEC nº 343, de 17 de março de 2020. Diário Oficial da União: seção 1 - Extra, Brasília, DF, ano 158, n. 54-D, p. 1, 19 mar. 2020c. Disponível em: https://www.in.gov.br/web/dou/-/portaria-n-345-de-19-de-marco-de-2020-248881422. Acesso em: 11 dez. 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. Portaria nº 473, de 12 de maio de 2020. Prorroga o prazo previsto no § 1º do art. 1º da Portaria nº 343, de 17 de março de 2020. Diário Oficial da União: seção 1, Brasília, DF, ano 158, n. 90, p. 55, 13 maio 2020d. Disponível em: https://www.in.gov.br/en/web/dou/-/portaria-n-473-de-12-de-maio-de-2020-256531507?inheritRedirect=true&redirect=%2Fweb%2Fguest%2Fsearch%3FqSearch%3DPortaria%2520473%252C%252012%2520de%2520maio%2520de%25202020. Acesso em: 11 dez. 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. Portaria nº 544, de 16 de Junho de 2020. Dispõe sobre a substituição das aulas presenciais por aulas em meios digitais, enquanto durar a situação de pandemia do novo coronavírus - Covid-19, e revoga as Portarias MEC nº 343, de 17 de março de 2020, nº 345, de 19 de março de 2020, e nº 473, de 12 de maio de 2020. Diário Oficial da União: sessão 1, Brasília, DF, ano 158, n. 114, p. 62, 17 jun. 2020e. Disponível em: http://www.in.gov.br/en/web/dou/-/portaria-n-544-de-16-de-junho-de-2020-261924872. Acesso em: 10 jun. 2021.

DOTTA, S. Webconferência multimodal e multimídia. In: DOTTA, S. (org.). Aulas virtuais síncronas: condução de webconferência multimodal e multimídia em Educação a Distância. São Paulo: Editora UFABC, 2014.

GOIÁS. Decreto nº 9.633, de 13 de março de 2020. Dispõe sobre a decretação de situação de emergência na saúde pública do Estado de Goiás, em razão da disseminação do novo coronavírus (2019-nCoV). Diário Oficial do Estado de Goiás: suplemento: Poder Executivo, Goiânia, ano 183, n. 23.257, p. 1, 13 mar. 2020a. Disponível em: https://legisla.casacivil.go.gov.br/pesquisa_legislacao/103012/decreto-9633. Acesso em: 17 jul. 2020.

GOIÁS. Secretaria-Geral da Governadoria. Conselho Estadual de Educação de Goiás. Resolução nº 02/2020, de 17 de março de 2020. Dispõe sobre o regime especial de aulas não presenciais no Sistema Educativo do Estado de Goiás, como medida preventiva à disseminação do COVID-19. Goiânia: Conselho Estadual de Educação de Goiás, 2020b. Disponível em: https://cee.go.gov.br/resolucao-022020-sobre-o-regime-especial-de-aulas-nao-presenciais/. Acesso em: 1 mai. 2021.

GROSFOGUEL, R. Para descolonizar os estudos de economia política e os estudos pós-coloniais: transmodernidade, pensamento de fronteira e colonialidade global. Revista Periferia, Rio de Janeiro, v. 1, n. 2, jul./dez. 2009. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/periferia/article/view/3428/0. Acesso em: 1 mai. 2021.

HODGES, C. et al. The difference between emergency remote teaching and online learning. EDUCAUSE Review, v. 27, p. 1-15, 2020. Disponível em: https://er.educause.edu/articles/2020/3/the-difference-between-emergency-remote-teaching-and-online-learning. Acesso em: 5 jul. 2020.

MALDONADO-TORRES, N. Sobre la colonialidad del ser: contribuciones al desarrollo de un concepto. In: CASTRO-GÓMEZ, S.; GROSFOGUEL, R. (org.). El giro decolonial: reflexiones para una diversidad epistémica más allá del capitalismo global. Bogotá: Siglo del Hombre Editores, 2007.

MIGNOLO, W. Colonialidade: o lado mais escuro da modernidade. Revista Brasileira de Ciências Sociais, São Paulo, v. 32, n. 94, 2017. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rbcsoc/a/nKwQNPrx5Zr3yrMjh7tCZVk/abstract/?lang=pt. Acesso em: 1 mai. 2021.

PONTES, E. B.; CTAR, G. A Comunidade de Trabalho e Aprendizagem em Rede (CTAR) na Faculdade de Educação da UnB. In: SOUZA, A. M.; FIORENTINI, L. M. R.; RODRIGUES, M. A. M. (org.). Educação superior a distância: Comunidade de Trabalho e Aprendizagem em Rede (CTAR). Brasília: Universidade de Brasília, Faculdade de Educação, Editora da Universidade de Brasília, 2010.

QUIJANO, A. Colonialidade do poder, eurocentrismo e América Latina. In: LANDER, E. (org.). A colonialidade do saber: eurocentrismo e ciências sociais: Perspectivas latino-americanas. Ciudad Autónoma de Buenos Aires, Argentina: CLACSO, 2005.

QUIJANO, A. Colonialidade, poder, globalização e democracia. Revista Novos Rumos, São Paulo, ano 17, n. 37, p. 4-28, 2002. Disponível em: https://revistas.marilia.unesp.br/index.php/novosrumos/article/view/2192. Acesso em: 1 mai. 2021.

SOUZA, S. A. et al. Tutoria presencial em polo UAB: relato de experiência no curso de Filosofia da UFSJ – Universidade Federal de São João Del-Rei. EmRede: Revista de Educação a Distância, Porto Alegre, v. 4, n. 2, p. 418-432, 2017. Disponível em: https://www.aunirede.org.br/revista/index.php/emrede/article/view/229. Acesso em: 1 mai. 2021.

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS (UEG). Reitoria. Instrução Normativa n. 80/2020. Estabelece o Plano Emergencial de Ensino e Aprendizagem (PEEA) para os cursos de graduação da UEG. Anápolis: Universidade Estadual de Goiás, 25 mar. 2020c. Disponível em: https://site.educacao.go.gov.br/wp-content/uploads/2020/04/Instru%C3%A7%C3%A3o-Normativa-n%C2%BA-80-2020-UEG.pdf. Acesso em: 1 mai. 2021.

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS (UEG). Reitoria. Portaria n. 560/2020 – UEG. Estabelece medidas a serem adotadas, no âmbito da Universidade Estadual de Goiás, a fim de prevenir contaminação pelo novo Coronavírus (Covid-19). Anápolis: Universidade Estadual de Goiás, 16 mar. 2020a. Disponível em: http://cdn.ueg.edu.br/source/universidade_estadual_de_goias_306/noticias/52386/Portaria_560_2020__medidas_internas_a_fim_de_prevenir_contaminacao_pelo_novo_Coronavirus.pdf. Acesso em: 1 mai. 2021.

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS (UEG). Reitoria. Portaria n. 563/2020 – UEG. Dispõe sobre o regime de revezamento e o sistema de teletrabalho, a serem implantados na Universidade Estadual de Goiás, como forma de prevenção da disseminação do novo Coronavírus (Covid-19). Anápolis: Universidade Estadual de Goiás, 16 mar. 2020b. Disponível em: http://cdn.ueg.edu.br/source/universidade_estadual_de_goias_306/noticias/52386/Portaria_563_2020__implanta_na_UEG_sistema_de_teletrabalho_e_regime_de_revezamento_e_anexo.pdf. Acesso em: 1 mai. 2021.

WALSH, C. Interculturalidade Crítica e Pedagogia Decolonial: in-surgir, re-existir e re-viver. In: CANDAU, V. M. (org.). Educação intercultural na América Latina: entre concepções, tensões e propostas. Rio de Janeiro: 7 letras, 2009.

Publicado

2021-07-16

Como Citar

de Oliveira Domingos, C., & Pereira e Lopes, I. (2021). Formação Docente Decolonial em tempos de pandemia da COVID19: estratégias da tutoria presencial no curso de Pedagogia da Universidade Estadual de Goiás. EmRede - Revista De Educação a Distância, 8(1). https://doi.org/10.53628/emrede.v8.1.740