Competências digitais docentes no ensino superior: diagnóstico e possibilidades de formação

Autores

Palavras-chave:

Competências Digitais Ensino Superior; Formação de Professores

Resumo

O momento atual que vivemos trouxe novos e emergenciais desafios aos professores do Ensino Superior, tornando essencial a aquisição de competências digitais, sobretudo para o uso de ambientes virtuais de aprendizagem e tecnologias online. Neste sentido, a partir do questionário de autoavaliação DigCompEdu CheckIn, validado por Dias-Trindade, Moreira e Nunes (2019), a pesquisa apresentada neste texto tem como principal objetivo avaliar as competências digitais dos professores do Ensino Superior da Universidade do Estado da Bahia (UNEB), a partir das suas perceções. A abordagem metodológica quantitativa enfatiza a perceção dos professores sobre suas competências digitais em três dimensões: competências profissionais, competências pedagógicas e competências dos estudantes e envolveu 210 professores da UNEB. Os resultados permitem concluir que os docentes apresentam, globalmente, um nível de proficiência digital moderado - nível B1 -Integradores- sendo as dimensões competências pedagógicas e competências dos estudantes aquelas onde os professores apresentam mais fragilidades, destacando-se, na primeira dimensão, as questões relacionadas com a avaliação digital e na segunda dimensão o uso responsável das tecnologias. Os resultados mostram, pois, a necessidade de os professores aumentarem o seu nível de proficiência digital por meio de formação continuada, principalmente nas dimensões destacadas.

Publicado

2022-12-31

Como Citar

Sales, M. V. ., & Moreira, J. A. (2022). Competências digitais docentes no ensino superior: diagnóstico e possibilidades de formação. EmRede - Revista De Educação a Distância, 9(2). Recuperado de https://www.aunirede.org.br/revista/index.php/emrede/article/view/907

Edição

Seção

Dossiê Plataformas digitais, repositórios on-line e competências digitais