DIALOGANDO SOBRE EAD: DOCÊNCIA E GESTÃO

Autores

  • Juliana Cordeiro Soares Branco Universidade do Estado de Minas Gerais
  • Valquiria Almeida Universidade do Estado de Minas Gerais

Palavras-chave:

Educação a distância, Universidade Aberta do Brasil, Tutoria.

Resumo

O artigo objetiva evidenciar os processos de gestão e tutoria no sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB). Para tanto, foi realizado um estudo exploratório que envolveu análise documental e entrevistas com bolsistas do Sistema UAB: três tutores e um coordenador de curso da Universidade do Estado de Minas Gerais. Nesse sentido, são abordadas a questão das bases legais para a EaD no Brasil, algumas definições sobre a docência nessa modalidade, a organização da UAB para possibilitar a oferta e a análise das entrevistas realizadas. Os dados obtidos na pesquisa de campo revelaram que o programa UAB norteia as universidades em seus processos. No entanto, cada instituição desenvolve sua própria forma de organização, de acordo com suas experiências e necessidades.

Biografia do Autor

Juliana Cordeiro Soares Branco, Universidade do Estado de Minas Gerais

Pós doutora em Educação pela UFMG, doutora em Educação pela Faculdade de Educação da UFMG. Possui mestrado em Educação Tecnológica pelo Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais e especialização em Gestão de processos educativos pelo Centro de Estudos Educacionais de Minas Gerais. É graduada em Pedagogia pela Universidade do Estado de Minas Gerais e em Comunicação Social (Relações Públicas) pelo Centro Universitário Newton Paiva. Atualmente é Diretora do Centro de Pesquisa em Educação a Distância da Universidade do Estado de Minas Gerais. Possui experiência em docência e supervisão pedagógica na educação básica, coordenação de cursos a distância, tutoria a distância e realiza estudos e pesquisas sobre educação a distância, formação de professores para a educação básica, trabalho docente, formação em serviço e TDIC`s (Tecnologias Digitais da Informação e da Comunicação).

Valquiria Almeida, Universidade do Estado de Minas Gerais

Bacharel em Relações Internacionais pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais e atual aluna do Curso de Processos Gerenciais com ênfase em Gestão das Organizações do Terceiro Setor da Faculdade de Políticas Públicas da Universidade do Estado de Minas Gerais.

Referências

ASSOCIAÇÃO NACIONAL PELA FORMAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DE EDUCAÇÃO - ANFOPE. Políticas Públicas de Formação dos Profissionais da Educação: Desafios para as Instituições de Ensino Superior. In: XII ENCONTRO NACIONAL. Documento final do XII Encontro Nacional. Brasília, 11 a 13 ago. 2004.

BELLONI, Maria Luiza. Educação a Distância. 4 ed. Campinas: Autores Associados, 2006.

BRASIL. Ministério da Educação. Universidade Aberta do Brasil/Coordenadoria de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior-UAB/CAPES. Novo Portal UAB. 2010. Disponível em: <http://www.uab.capes.gov.br>. Acesso em: 20 out. 2017.

BRASIL. Conselho Nacional de Educação. Resolução nº 1, de 11 de março de 2016. Estabelece Diretrizes e Normas Nacionais para a Oferta de Programas e Cursos de Educação Superior na Modalidade a Distância. Diário Oficial da União, Brasília, 14 mar. 2016. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view =download&alias=35541-res-cne-ces-001-14032016-pdf&category_slug=marco-2016-pdf&Itemid=30192>. Acesso em: 12 jan.2018.

BRASIL. Decreto n. 7.690, de 2 de março de 2012. Aprova a estrutura regimental e o quadro demonstrativo dos cargos em comissão e das funções gratificadas do Ministério da Educação. 2012. Diário Oficial da União, Brasília, 6 mar. 2012. Disponível em:<http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2012/decreto/d7690.htm>. Acesso em: 11 nov. 2017.

BRASIL. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial da União, Brasília, 23 dez. 1996. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm>. Acesso em: 11 nov. 2017.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação a Distância. Referenciais de qualidade para educação superior a distância. Brasília, DF, 2007. Disponível em: <http://portal.mec.gov.br/seed/arquivos/pdf/legislacao/refead1.pdf>. Acesso em: 11 jun. 2012.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação a Distância. Decreto n.5.622, de 19 de dezembro de 2005. Regulamenta o art. 80 da Lei n.9.394, de 20 de dezembro de 1996. Diário Oficial da União, Brasília, 20 dez. 2005. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2004-2006/2005/decreto/d5622.htm>. Acesso em: 11 nov. 2017.

BRASIL. Decreto n. 5.800, de 8 de junho de 2006. Dispõe sobre o Sistema Universidade Aberta do Brasil. Diário Oficial da União, Brasília, 9 jun. 2006. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2004-2006/2006/decreto/d5800.htm>. Acesso em: 11 nov. 2017.

BRASIL. Decreto Nº 9.057, de 25 de maio de 2017. Regulamenta o art. 80 da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Brasília, DF, 2017. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ ccivil_03/ _Ato2015-2018/2017/Decreto/D9057.htm>. Acesso em 14 jun. 2017.

BRANCO, J. C. S.. A formação de professores a distância no Sistema UAB: análise de duas experiências em Minas Gerais. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2014. Disponível em:<http://www.bibliotecadigital.ufmg.br/dspace/ bitstream/handle/1843/BUOS-9N7GEA/tese_juliana_branco_vers_o_final_26_06.pdf? sequence=1>. Acesso em: 04 abr. 2017.

BRITO, G. S.; COSTA, M. L. F. O processo de seleção do tutor na Universidade Aberta do Brasil UAB: reflexões necessárias. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ENSINO SUPERIOR A DISTÂNCIA – ESUD. Anais... 10, 2013, Belém, PA. Disponível em: <http://www.aunirede.org.br/portalunirede/index.php/anais-esud>. Acesso em: 11 nov. 2017.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 25. ed. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

KATO, F. B. G.; SANTOS, S. A. dos; MARTINS, T. B.. Da EaD à UAB: expansão anômala e repercussões no trabalho docente. In: SOUZA, D. D. L. de; SILVA JÚNIOR, J. R.; FLORESTA, M. G. S. (Orgs.). Educação a Distância: diferentes abordagens críticas. São Paulo: Xamâ, 2010.

MILL, D.. Sobre o conceito de polidocência ou sobre a natureza do processo de trabalho pedagógico na Educação a Distância. In: MILL, D.; RIBEIRO, L. R. de C.; OLIVEIRA, M. R. G. de. (Orgs.). Polidocência na Educação a Distância: múltiplos enfoques. São Carlos: EdUFSCAR, 2010.

NUNES, I. B. A história da EaD no mundo. In: LITTO, F. M.; FORMIGA, M. M. M. (Orgs.). Educação a Distância: o estado da arte. São Paulo: Pearson Education do Brasil, 2009.

NETO, L. B.; BEZERRA, M. C. dos S.. Ensino a distância: solução ou novos desafios para a educação? In: SOUZA, D. D. L. de; SILVA JÚNIOR, J. R.; FLORESTA, M. G. S. (Orgs.). Educação a Distância: diferentes abordagens críticas. São Paulo: Xamâ, 2010.

OLIVEIRA, F. P.; LIMA, C.M. O tutor dos cursos de pedagogia das instituições de ensino superior parceiras da Universidade Aberta do Brasil: aspectos da profissionalização. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ENSINO SUPERIOR A DISTÂNCIA – ESUD, Anais eletrônicos... 10, 2013, Belém, PA. Disponível em: <http://www.aunirede.org.br/ portalunirede/index.php/anais-esud >. Acesso em: 11 nov. 2017.

PETERS, O. Didática do ensino a distância: experiências e estágio da discussão numa visão internacional. São Leopoldo: Unisinos, 2006.

RISCAL, S. A. A educação solidária. In: SOUZA, D. D. L. de; SILVA JÚNIOR, J. R.; FLORESTA, M. G. S. (Orgs.). Educação a Distância: diferentes abordagens críticas. São Paulo: Xamâ, 2010.

ROMANI, L. A.S. ; ROCHA, H. V. da. A complexa tarefa de educar a distância: uma reflexão sobre o processo educacional baseado na web. Revista Brasileira de Informática na Educação. Porto Alegre, v.8, n. 1, p. 71- 81, abr. 2001. Disponível em: <http://www.br-ie.org/pub/index.php/rbie/article/view/2247>. Acesso em 17 nov. 2017.

TARCIA, R. M. L.; CABRAL, A. L. T. O novo papel do professor na EaD. In: LITTO, F. M.; FORMIGA, M. M. M. (Orgs.). Educação a Distância: o estado da arte. São Paulo: Pearson Education do Brasil, 2012. v 2.

Publicado

2018-03-16