Educação superior em tempos de pandemia: A experiência do Núcleo de Apoio a Tecnologias Educacionais da Universidade Federal de Pelotas

Autores

DOI:

https://doi.org/10.53628/emrede.v8.1.709

Palavras-chave:

Pandemia, Ensino Remoto Emergencial, Apoio Educacional, Tecnologias, Experiência

Resumo

Com a pandemia do novo coronavírus e a interrupção das atividades presenciais em praticamente todo o mundo, na área da Educação, as universidades tiveram que se adaptar para dar continuidade às suas ações. Apesar das aulas terem sido suspensas em março de 2020 na UFPEL, essa interrupção não se estendeu por muito tempo. Buscando reduzir os danos pedagógicos, a instituição tomou uma série de medidas para garantir a manutenção de uma educação de qualidade e segura, o que incluiu a criação do Núcleo de Apoio a Tecnologias Educacionais (NATE). O presente artigo tem por objetivo relatar a experiência do NATE e compartilhar as práticas que foram desenvolvidas no sentido de apoiar a adoção do Ensino Remoto Emergencial na universidade

Biografia do Autor

Carla Michele Rech, Universidade Federal de Pelotas

Doutora em Sociologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Graduada em Ciências Sociais (Licenciatura) pelo Instituto de Sociologia e Política da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) e em Medicina Veterinária pela mesma universidade. Mestra em Ciências Sociais pelo Programa de Pós graduação em Ciências Sociais (área de concentração Estado, Sociedade e Cultura) da UFPel. Professora Substituta de Sociologia do Departamento de Sociologia e Política da UFPel (2018 - 2020). Professora Formadora do Curso de Licenciatura em Filosofia a Distância (IFISP/UFPel) (2019 - 2020). Desde junho de 2020 integra, como bolsista, o Núcleo de Apoio a Tecnologias Educacionais (NATE), vinculado à Pró-Reitoria de Ensino (PRE) da Universidade Federal de Pelotas. A partir de fevereiro de 2021 passou a atuar como tutora a distância (bolsista CAPES) do Curso de Licenciatura em Formação Pedagógica para Graduados não Licenciados promovido pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-rio-grandense (IFSul).

Jonas Rodeghiero, Universidade Federal de Pelotas

Mestre e Doutorando em Filosofia Política na Universidade federal de Pelotas. Possui graduação em Filosofia (Licenciatura plena) pela Universidade Federal de Pelotas (2008). Possui especialização em Gestão e políticas públicas pela FESP-SP (2014). É professor de ensino médio e educação de jovens e adultos no Magistério Gaúcho desde 2015.

Christiano Martino Otero Avila, Universidade Federal de Pelotas

Possui graduação em Tecnologia em Proc de Dados pela Universidade Católica de Pelotas (1994), especialização em Administração e Estratégia Empresarial pela Universidade Luterana do Brasil (1996), é mestre em Ciência da Computação pela UCPEL (2006) e doutor em Ciência da Computação pela UFPel em 2020. Foi funcionário, Analista de Sistemas, da Universidade Católica de Pelotas no período de 1993 a 2013. Professor da Universidade Católica de Pelotas de 1995 a 2013. Tem experiência na área de Ciência da Computação, com ênfase em Banco de Dados e Programação WEB. Desempenhou também, a função de Analista de TI na Universidade Federal de Pelotas, de agosto de 2008 a 2013. Diretor da Diretoria de Desenvolvimento de Sistemas do Centro de Gerenciamento de Informações e Concursos (CGIC) de fevereiro de 2011 a fevereiro de 2012. Diretor Geral do CGIC, setor responsável pela organização dos concursos e informática da UFPEL, de março de 2012 a outubro de 2012. Ingressou em 2013, por concurso, na carreira docente na Universidade Federal de Pelotas, lotado no Centro de Engenharias atua nas disciplinas de computação (Sistemas de Bancos de Dados, Programação de Computadores, Metodologias para Desenvolvimento de Sistemas, Engenharia da Informação, Introdução à Computação, Mídias na Educação, etc.)

Rosaura Espírito Santo da Silva, Universidade Federal de Pelotas

Possui graduação em Serviço Social pela Universidade Católica de Pelotas (1989), graduação em Análise de Sistemas pela Universidade Católica de Pelotas (1997), Especialista em Sistemas de Informação pela Universidade de Santa Cruz do Sul em 2000, Licenciatura em Computação pela Universidade de Santa Cruz do Sul (2003), mestrado em Ciência da Computação pela Universidade Católica de Pelotas (2008) e Doutorado em Politica Social e Direitos Humanos pela Universidade Católica de Pelotas - UCPel (2018). Atualmente é professora adjunta na Universidade Federal de Pelotas. Tem experiência na área de Ciência da Computação, com ênfase em Ciência da Computação, atuando principalmente nos seguintes temas: gestão ambiental, sistema de informação, fundamentos de informática.

Maria de Fátima Cóssio, Universidade Federal de Pelotas

Professora Associada da Universidade Federal de Pelotas/UFPel. Vinculada ao Departamento de Ensino da Faculdade de Educação, atua em cursos de Graduação/Licenciaturas e no Programa de Pós-Graduação em Educação. Orienta Iniciação Científica, Mestrado e Doutorado. É Líder do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Políticas Educacionais/NEPPE/CNPQ.É Pró-Reitora de Ensino da Universidade Federal de Pelotas - UFPel. Possui Graduação em Pedagogia, Especialização em Alfabetização, Mestrado e Doutorado em Educação na linha de pesquisa em Gestão e Políticas de educação na Universidade Federal do Rio Grande do Sul/UFRGS, Pós-Doutorado na Linha de Pesquisa em Políticas Educacionais e Trabalho na Universidade Federal de Santa Catarina/UFSC. Tem livros e artigos publicados sobre políticas educacionais, com ênfase em gestão educacional (básica e superior), redes de políticas, parcerias público-privadas, formação docente (básica e superior)

Referências

ALBUQUERQUE, A.; GONÇALVES, T. O.; BANDEIRA, M. C. S. A formação inicial de professores: os impactos do ensino remoto em contexto de pandemia na região Amazônica. EmRede: Revista de Educação a Distância, Porto Alegre, v. 7, n. 2, p. 102-123, nov. 2020. Disponível em: https://www.aunirede.org.br/revista/index.php/emrede/article/view/639. Acesso em: 29 dez. 2020.

ARRUDA, E. P. Educação remota emergencial: elementos para políticas públicas na educação brasileira em tempos de Covid-19. Em Rede:Revista de Educação a Distância, Porto Alegre, v. 7, n. 1, p. 257-275, 2020. Disponível em: https://www.aunirede.org.br/revista/index.php/emrede/article/view/621. Acesso em: 08 set. 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. Coronavírus: ações do MEC em resposta à pandemia da COVID-19. 2020h. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/coronavirus/. Acesso em: 04 jan. 2021.

BRASIL. Ministério da Educação. Gabinete do Ministro. Portaria n. 544, de 16 de junho de 2020. Dispõe sobre a substituição de aulas presenciais por aulas em meios digitais enquanto durar a situação de pandemia do Novo Coronavírus - COVID-19. Diário Oficial da União: seção 1, Brasília, DF, n. 114, p. 62, 17 jun. 2020e. Disponível em: https://www.in.gov.br/en/web/dou/-/portaria-n-544-de-16-de-junho-de-2020-261924872. Acesso em: 29 dez. 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. Parecer CNE/CP nº 11, de 07 de julho de 2020. Orientações Educacionais para a Realização de Aulas e Atividades Pedagógicas Presenciais e Não Presenciais no contexto da Pandemia. Diário Oficial da União: seção 1, Brasília, DF, p. 57, 03 ago. 2020f. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/docman/julho-2020-pdf/148391-pcp011-20/file. Acesso em: 29 dez. 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. Portaria n. 343, de 17 de março de 2020. Dispõe sobre a substituição de aulas presenciais por aulas em meios digitais enquanto durar a situação de pandemia do Novo Coronavírus - COVID-19. Diário Oficial da União: seção 1, Brasília, DF, n. 53, p. 39, 18 mar. 2020a. Disponível em: http://www.in.gov.br/en/web/dou/-/portaria-n-343-de-17-de-marco-de-2020-248564376. Acesso em: 29 dez. 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. Universidade Federal de Pelotas. Portaria nº 585, de 13 de março de 2020. Pelotas, RS, 2020b. Disponível em: https://sei.UFPEL.edu.br/sei/publicacoes/controlador_publicacoes.php?acao=publicacao_visualizar&id_documento=1033172&id_orgao_publicacao=0. Acesso em: 29 dez. 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. Universidade Federal de Pelotas. Portaria Nº 1011, de 08 de Junho de 2020. Criação do Núcleo de Apoio às Tecnologias Educacionais (NATE). Pelotas: RS, 2020d. Disponível em: https://sei.UFPEL.edu.br/sei/publicacoes/controlador_publicacoes.php?acao= publicacao_visualizar&id_documento=1108701&id_orgao_publicacao=0. Acesso em: 29 dez. 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. Universidade Federal de Santa Maria. Pró-Reitoria De Graduação. Instrução Normativa N. 02/2020/PROGRAD de 17 de março de 2020. Regula o Regime de Exercícios Domiciliares Especiais (REDE) e o funcionamento da Pró Reitoria de Graduação (PROGRAD) e Departamento de Registro e Controle Acadêmico (DERCA) durante a Suspensão das Atividades Acadêmicas e Administrativas em face da Pandemia COVID-19. Santa Maria: UFSM, 2020c. Disponível em: https://www.ufsm.br/app/uploads/sites/342/2020/03/IN-002-2020-PROGRAD-UFSM.pdf. Acesso em: 05 jan. 2021.

BRASIL. Ministério da Educação. Universidade Federal de XXX. Portaria Nº 1220, de 30 de Julho de 2020. Pelotas: RS, 2020g. Disponível em: https://sei.UFPEL.edu.br/sei/publicacoes/controlador_publicacoes.php?acao=publicacao_visualizar&id_documento=1154660&id_orgao_publicacao=0. Acesso em: 29 dez. 2020.

CADAVAL, F. FURG reinicia as atividades de ensino para período emergencial de forma remota. 2020. Disponível em: https://www.furg.br/noticias/noticias-institucional/furg-reinicia-as-atividades-de-ensino-para-periodo-emergencial-de-forma-remota. Acesso em: 05 jan. 2021.

DE LA TAILLE, Y. Moral e ética: dimensões intelectuais e afetivas. Porto Alegre: Artmed, 2006.

DOUGIAMAS, M.; TAYLOR, P. Moodle: Using learning communities to create an open source course management system. In: EdMedia+ Innovate Learning. Association for the Advancement of Computing in Education (AACE). Waynesville: AACE, 2003. Disponível em: https://www.learntechlib.org/primary/p/13739/. Acesso em: 29 dez. 2020.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários a prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 2004.

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DE PORTO ALEGRE (UFCSPA). Portaria 29/2020/Reitoria, de 3 de julho de 2020. Dispõe sobre os procedimentos e rotinas nas atividades acadêmicas e administrativas, visando o reinício das aulas do calendário acadêmico de 2020 dos cursos de graduação, dos estágios obrigatórios e dos programas de pós-graduação da Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre – UFCSPA – em caráter de Educação a Distância Emergencial. Porto Alegre: UFCSPA, 2020a. Disponível em: https://www.ufcspa.edu.br/sobre-a-ufcspa/normas/reitoria/905-portaria-29-2020-reitoria-de-3-de-julho-de-2020. Acesso em: 05 jan. 2021.

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE CIÊNCIAS DA SAÚDE DE PORTO ALEGRE (UFCSPA). Portaria 27/2020/Prograd, de 8 de julho de 2020. Dispõe sobre as rotinas nas atividades acadêmicas, considerando a declaração de pandemia mundial pela Organização Mundial de Saúde em 11 de março de 2020, bem como a Resolução Conjunta CONSUN-CONSEPE nº 17/2020/CONSUN, de 2 de julho de 2020, visando o reinício das aulas do calendário acadêmico de 2020 dos cursos de graduação, dos estágios obrigatórios e dos programas de pós-graduação da Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre – UFCSPA – em caráter de Educação a Distância Emergencial. Porto Alegre: UFCSPA, 2020b. Disponível em: https://www.ufcspa.edu.br/sobre-a-ufcspa/normas/prograd/1175-portaria-27-2020-prograd-de-8-de-julho-de-2020 Acesso em: 05 jan. 2021.

GOMES, V. T. S. et al. A Pandemia da Covid-19: Repercussões do Ensino Remoto na Formação Médica. Revista Brasileira de Educação Médica, Brasília, DF, v. 44, n. 4, e114, 2020. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022020000400602&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 22 fev. 2021.

GUSSO, H. L. et al. Ensino superior em tempos de pandemia: diretrizes à gestão universitária. Educação e Sociedade, Campinas, v. 41, e238957, 2020. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-73302020000100802&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 04 jan. 2021.

PIAGET, J. Estudos sociológicos. Rio de Janeiro: Forense, 1965.

PIMENTEL, M.; CARVALHO, F. S. P. Princípios da Educação Online: para sua aula não ficar massiva nem maçante!. 2020. Disponível em: http://horizontes.sbc.org.br/index.php/2020/05/23/principios-educacao-online. Acesso em: 27 jul. 2020.

SANTOS, B. S. Coronavírus: tudo que é sólido desmancha no ar. 2020. Disponível em: https://blogdaboitempo.com.br/2020/04/02/coronavirus-tudo-o-que-e-solido-desmancha-no-ar/. Acesso em: 27 jul. 2020.

SILVA, J. S. et al. Letramento Digital: desafios à formação docente. EmRede: Revista de Educação a Distância, Porto Alegre, v. 7, n. 2, p. 15-29, nov. 2020. Disponível em: https://www.aunirede.org.br/revista/index.php/emrede/article/view/613. Acesso em: 27 jul. 2020.

SILVA, M. Sala de Aula Interativa. Rio de Janeiro: Quartet, 2006.

TRIVINHO, E. (Org.). A cibercultura e seu espelho. São Paulo: ABCiber; Instituto Itaú Cultural, 2009. Disponível em: https://abciber.org.br/publicacoes/livro1/. Acesso em: 27 jul. 2020.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (UFSM). Cartilha/Resumo REDE: Regime de Exercícios Domiciliares Especiais (REDE). Santa Maria: UFSM, 2020b. Disponível em: https://www.ufsm.br/app/uploads/sites/421/2020/09/Cartilha-Resumo-REDE.pdf. Acesso em: 05 jan. 2021.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA (UFSM). Núcleo de Tecnologia Educacional (NTE). 2020a. Disponível em: https://repositorio.ufsm.br/handle/1/11912. Acesso em: 05 jan. 2021.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA (UNIPAMPA). Aprovadas as diretrizes operacionais para o Ensino Remoto Emergencial. 2020b. Disponível em: https://sites.unipampa.edu.br/prograd/2020/08/19/aprovadas-as-diretrizes-operacionais-para-o-ensino-remoto-emergencial/. Acesso em: 05 jan. 2021.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA (UNIPAMPA). Unipampa debate diretrizes para o Ensino Remoto Emergencial durante o Consuni. 2020a. Disponível em: https://unipampa.edu.br/portal/unipampa-debate-diretrizes-para-o-ensino-remoto-emergencial-durante-o-consuni. Acesso em: 05 jan. 2021.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL (UFRGS). Aulas do Ensino Remoto Emergencial começam nesta quarta-feira. 2020. Disponível em: https://www.ufrgs.br/coronavirus/base/aulas-do-ensino-remoto-emergencial-comecam-nesta-quarta-feira/. Acesso em: 05 jan. 2021.

VALENTE, G. S. C. et al. Remote teaching in the face of the demands of the pandemic context: Reflections on teaching practice. Research, Society and Development, v. 9, n. 9, p.e843998153, 2020. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/8153. Acesso em: 05 jan. 2021.

WILLS, S.; PEGLER, C. A Deeper Understanding of Reuse: Learning Designs, Activities, Resources and Their Contexts. Journal of Interactive Media in Education, v. 2016, n. 1, Article 10, 2016. Disponível em: https://eric.ed.gov/?id=EJ1093932. Acesso em: 27 jul. 2020.

Publicado

2021-07-16

Como Citar

Rech, C. M., Rodeghiero, J. ., Otero Avila, C. M. ., Espírito Santo da Silva, R., & Cóssio, M. de F. . (2021). Educação superior em tempos de pandemia: A experiência do Núcleo de Apoio a Tecnologias Educacionais da Universidade Federal de Pelotas. EmRede - Revista De Educação a Distância, 8(1). https://doi.org/10.53628/emrede.v8.1.709