APRENDIZAGEM DA DOCÊNCIA: DA FORMAÇÃO AOS SABERES NECESSÁRIOS À DOCÊNCIA NA MODALIDADE VIRTUAL

Autores

  • Priscila Menarin Cesário Universidade Federal de São Carlos - UFSCar
  • Daniel Mill Universidade Federal de São Carlos

Palavras-chave:

Aprendizagem da Docência, Saberes da Docência Virtual, Formação para a Tutoria Virtual, Educação a Distância.

Resumo

Este artigo teve como objetivo compreender o processo de desenvolvimento da aprendizagem da docência pela formação e pelos saberes da tutoria virtual. A metodologia utilizada foi de natureza quali-quantitativa e os instrumentos para a coleta de dados foram a análise documental, questionário online, entrevistas semiestruturadas e visita técnica. A amostra utilizada na pesquisa corresponde a 461 tutores virtuais dos cursos de graduação de quatro Instituições de Ensino Superior (IES) parceiras do programa Universidade Aberta do Brasil (UAB). Como principais resultados, constatou-se que a aprendizagem da docência virtual possui particularidades, mas também similaridades em relação à formação e aos saberes docentes da educação presencial.

Biografia do Autor

Priscila Menarin Cesário, Universidade Federal de São Carlos - UFSCar

Mestre em Educação pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) na linha de pesquisa Formação de professores e outros Agentes Educacionais, Novas Tecnologias e Ambientes de Aprendizagem. Membro do Grupo de Pesquisa HORIZONTE (Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Inovação em Educação, Tecnologias e Linguagens). Pedagoga graduada pela UFSCar. Especialista em Educação Infantil pela UFSCar, Especialista em Psicopedagogia no Processo Ensino-aprendizagem pelo Centro Universitário Claretiano de Batatais (CEUCLAR) e Especialista em Ética, Valores e Cidadania na Escola pela Universidade de São Paulo (USP). Pesquisadora na área de Educação a Distância, Formação de professores, Docência Virtual e Tecnologias na Educação. Trabalha como docente na Educação Infantil nas séries iniciais do Ensino Fundamental e no Ensino Superior.

Referências

BELLONI, M. L. O que é mídia-educação. 3. ed. rev. Campinas, SP: Autores Associados, 2009.

BOGDAN, R. C.; BIKLEN, S. K. Características da investigação qualitativa. Investigação qualitativa em educação. Uma introdução à teoria e aos métodos. Porto, Portugal: Porto Editora, 1994.

FERENC, A. V. F.; MIZUKAMI, M. G. N. Formação de professores, docência universitária e o aprender a ensinar, VII Congresso Estadual Paulista sobre Formação de Educadores. In: Anais do VII Congresso Estadual Paulista sobre Formação de Educadores – 2005, UNESP – Pró-Reitoria de Graduação.

GARCIA, C. M. Los profesores como trabajadores del conocimiento. Certidumbres y desafíos para una formación a lo largo de la vida. Educar, n. 30, p. 27-56, 2002.

KENSKI, V. M. Formação/ação de professores: A urgência de uma prática docente mediada. In: PIMENTA, S. G. e ALMEIRA, M. I. de (orgs.). Pedagogia universitária:

Caminhos para a formação de professores. São Paulo: Cortez, 2011.

LÜDKE, M; ANDRÉ, M. E. D. A. Pesquisa em Educação: Abordagens qualitativas. Editora Pedagógica e Universitária Ltda: São Paulo, 1986.

MILL, D. Sobre o conceito de polidocência ou sobre a natureza do processo de trabalho pedagógico na Educação a Distância. In: MILL, D.; RIBEIRO, L. R. C.; OLIVEIRA, M. R. G. (orgs) Polidocência na Educação a Distância: múltiplos enfoques. EdUFSCar: São Carlos, 2010.

MOORE, M. G; KEARSLEY, G. Educação a distância: uma visão integrada. São Paulo: Cengage Learning, 2011.

OLIVEIRA, M. R. G.; ARAÚJO, C. L. S.; MILL, D.; ABREU-E-LIMA, D. P. Proposta de formação continuada em EaD: uma experiência voltada para docentes da UFSCar. p. 2-13. Anais do XVI ENDIPE - Encontro Nacional de Didática e Práticas de Ensino - UNICAMP - Campinas – 2012.

RIBEIRO, L. R. C.; OLIVEIRA, M. R. G.; MILL, D. Ensino superior, tutoria online e profissão docente. Trabalho apresentado no X Congresso Estadual Paulista para a Formação de Educadores (X CEPFE) realizado em Lindóia, SP, em 30/08 a 02/09/2009, com apoio da UAB-FNDE-UFSCar, p.243-258, 2009.

TARDIF, M. Saberes docentes e formação profissional. Petrópolis: Vozes, 2002.

Publicado

2017-01-26