AMBIENTES HÍBRIDOS DE APRENDIZAGEM: entre a educação presencial e a educação a distância

Armando Paulo da Silva, Rosemeiry de Castro Prado, Elaine Pasqualini

Resumo


O intuito desta pesquisa é confrontar os resultados de uma pesquisa inédita sobre Ensino a Distância (EaD) realizada em 2012 e a situação atual desta modalidade. A metodologia utilizada nos dois momentos da pesquisa foi de natureza qualitativa e cunho interpretativo, tendo como instrumento de coleta de dado um questionário com perguntas abertas e fechadas, sendo utilizada a representação gráfica para facilitar as análises. No confronto dos dois momentos desta pesquisa encontra-se as preocupações, as dúvidas e a aceitação da modalidade de ensino que mistura o presencial e o virtual e ao ser confrontada com as tendências atuais, dá indícios de que existe um movimento que caminha ao encontro da superação de preconceitos e de desconhecimentos a respeito do ensino EaD e de suas vertentes. Contudo, trata-se de uma mudança de mentalidade a longo prazo, pois sua evolução atende as necessidades da sociedade.


Palavras-chave


Tecnologias. Educação. Modalidade. Ensino.

Texto completo:

PDF

Referências


AGÊNCIA BRASIL. Educação a distância cresce mais que presencial, mas não é a 1ª opção. 2018. Disponível em: http://agenciabrasil.ebc.com.br/educacao /noticia/2018-05/ensino-a-distancia-no-brasil. Acesso em: 12 abr. 2019.

CRUZ, M. L. Preconceitos em relação a Educação à Distância. Trabalho de Titulação (monografia), apresentado à Faculdade de Tecnologia de Ourinhos - FATEC, 2011.

GOMES, L. F. EaD no Brasil: perspectivas e desafios. Avaliação. Campinas, v.18, n. 1, p. 13-22, 2013.

GONÇALVES, J. C. Educação e conhecimento: o segundo nascimento do homem. 2007. Disponível em: http://aumagic.blogspot.com/2013/11/educacao-e-conhecimento-o-segundo.html. Acesso em: 24 ago. 2019.

HEINZE, A. Blended learning: an interpretive action research study. 2008. Disponível em: https://pdfs.semanticscholar.org/8d91/ 54fc67deb0267f885d7ef5149342bb3afb0d.pdf. Acesso em:24 ago. 2019.

HYPÓLITO, D. Formação docente em tempos de mudança. 2009. Integração. Ano XIV. n. 56. jan./fev./mar. Disponível em: https://www.usjt.br/prppg/revista/integracao/ 56.php. Acesso em: 24 ago. 2019.

LIBÂNEO, J. Adeus professor, adeus professora? Novas exigências educacionais e profissão docente. 2010. 12. ed. São Paulo: Cortez, 2010.

MANZATO, J. A.; SANTOS, A. B. A elaboração de questionários na pesquisa quantitativa. 2012. Disponível em: http://www.inf.ufsc.br/~vera.carmo/Ensino_2012_1/ELABORACAO_QUESTIONARIOS_PESQUISA_QUANTITATIVA.pdf. Acesso em: 24 ago. 2019.

MARQUES, C. Ensino a distância começou com cartas a agricultores. 2004. Folha On-line. Publicado em 29/09/2004. Disponível em: http://www1.folha.uol.com.br/ folha/educacao/ult305u396511.shtml. Acesso em: 24 ago. 2019.

MATEUS F., A.J.; ORVALHO, J.G. Blended-Lerning e aprendizagem colaborativa no Ensino Superior. 2004. Disponível em: http://www.niee.ufrgs.br/eventos/RIBIE/2004/comunicacao/com216-225.pdf. Acesso em: 24 ago. 2019.

MORAN, J. M.; MASSETO, M. T.; BEHRENS, M. A. Novas tecnologias e mediação pedagógica. 14. ed. São Paulo: Papirus, 2008.

MORAN, J. M.; MASSETO, M. T.; BEHRENS, M. A. Avaliação do Ensino Superior a distância no Brasil. 2011. Disponível em: http://www2.eca.usp.br/moran/wp-content/uploads/2013/12/avaliacao.pdf. Acesso em: Acesso em: 24 ago. 2019.

OLIVEIRA, E. G. Educação a distância na transição paradigmática. Campinas: Papirus, 2003.

PEREIRA, T. C; SCHMITT, V.; DIAS, M. R. A. C. Ambientes virtuais de aprendizagem. 2011. Disponível em: http://www.livrariacultura.com.br/imagem/capitulo/ 2259532.pdf. Acesso em: 24 ago. 2019.

PINHEIRO, E.; SILVA, A. L. C.; LUIZ, M. C. Políticas públicas pós 1988: Uma leitura das políticas educacionais recentemente implementadas no Brasil. São Carlos: Ufscar Virtual, 2011.

PRADO, M. E. B. B. Educação à distância: os ambientes virtuais e algumas possibilidades pedagógicas. 2011. Disponível em: http://www.eadconsultoria.com.br/matapoio/biblioteca/textos_pdf/texto21.pdf. Acesso em: 24 ago. 2019.

RIBAS, J. L. C.; RODRIGUES, I. C. G.; GARCIA, I. F.; SANTOS, V. L. P. A visão da sociedade para os profissionais com formação EaD: a quebra de um paradigma. Revista on-line de política e gestão educacional, Araraquara, v.21, n.esp.3, p. 1598-1610, dez., 2017. ISSN: 1519-9029.

ROZA, J. C.; VEIGA, A. M. R.; ROZA, M. P. Educação temática digital, Campinas. v. 21. n. 1, p.202-221, 2019.

SARAIVA. T. Educação a distância no Brasil: lições de história. Disponível em: http://emaberto.inep.gov.br/index.php/emaberto/article/view/2076/2045. Acesso em: 24 ago. 2019.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Armando Paulo da Silva, Rosemeiry de Castro Prado, Elaine Pasqualini

URL da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/4.0/

EmRede - Revista de Educação a Distância, Porto Alegre, RS, Brasil.

ISSN: 2359-6082

Classificação em Qualis Periódicos B4 (2019)
Indexação (consulte a seção Sobre)


Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional ((CC BY-NC-SA 4.0).